Luiz Gama autor, leitor, editor: revisitando as Primeiras Trovas Burlescas de 1859 e 1861

Palavras-chave: Luiz Gama, Primeiras Trovas Burlescas, Faustino Xavier de Novais, José Bonifácio, o moço, Paratexto editorial

Resumo

Neste artigo pretende-se, pelo cotejo das duas primeiras edições das Primeiras Trovas Burlescas de Luiz Gama, acompanhar nascimento, formação e evolução de um autor, desde o início envolvido na organização e produção editorial de seus livros. Trata-se, na realidade, de uma obra “dupla”, por trazer ali poemas de José Bonifácio, o moço. Considerando-se que um autor é antes de tudo um leitor, buscaremos identificar, através das epígrafes, as leituras e modelos seguidos pelo novato poeta, em especial a obra do poeta português Faustino Xavier de Novais. Por fim, observaremos as mudanças e as etapas (textuais e não textuais) percorridas de uma edição a outra, buscando nos bastidores paratextuais a presença do autor, leitor e “editor” Luiz Gama.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-08-21
Como Citar
Ferreira, L. (2019). Luiz Gama autor, leitor, editor: revisitando as Primeiras Trovas Burlescas de 1859 e 1861. Estudos Avançados, 33(96), 109-135. https://doi.org/10.1590/s0103-4014.2019.3396.0008
Seção
Tinta negra, papel branco: escritas afrodescendentes e emancipação