Narrativas de mulheres escravizadas nos Estados Unidos do século XIX

Palavras-chave: Narrativa escava, Abolicionismo, Gênero, Harriet Jacobs, Harriet Tubman

Resumo

Nos Estados Unidos, bem como em outros países de língua inglesa, os relatos em primeira pessoa de ex-escravizados constituem um gênero literário de enorme importância histórica chamado slave narrative, que abarca diferentes tipos de registros autobiográficos de sujeitos submetidos ao tráfico e/ou à escravidão atlântica. A partir da análise das trajetórias narradas por Harriet Jacobs e Harriet Tubman, duas ex-escravas fugidas na primeira metade do século XIX, buscou-se compreender como suas memórias convocaram autorrepresentações diferentes, mas igualmente potentes, em que trajetórias individuais de resistência e emancipação dialogam diretamente com o abolicionismo e as especificidades femininas da experiência da escravização.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-08-21
Como Citar
Sampaio, M. C., & Ariza, M. (2019). Narrativas de mulheres escravizadas nos Estados Unidos do século XIX. Estudos Avançados, 33(96), 179-198. https://doi.org/10.1590/s0103-4014.2019.3396.0011
Seção
Tinta negra, papel branco: escritas afrodescendentes e emancipação