Reconhecimento e ato infracional na adolescência: reflexões iniciais

Palavras-chave: Teoria do reconhecimento, Psicanálise, Ato infracional, Adolescência

Resumo

O presente texto se apresenta como um trabalho teórico especulativo que pretende pensar os atos infracionais de adolescentes envolvidos com a criminalidade como forma, por vezes fracassada, de busca por reconhecimento. Acreditamos que muitas vezes o ato infracional na juventude é alimentado por um circuito de segregação e de busca por reconhecimento. Sendo assim, procuramos articular o fenômeno da violência entre os jovens com o tema da segregação social utilizando, como operador conceitual e compreensivo, a ideia de reconhecimento tal como formulada por Charles Taylor e Axel Honneth. Acreditamos, pois, que é possível escutar estes atos de uma maneira diferenciada com subsídios da clínica psicanalítica e um forte diálogo com as Ciências Sociais e a Filosofia.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-13
Como Citar
Andrade, A., & Moreira, J. (2019). Reconhecimento e ato infracional na adolescência: reflexões iniciais. Estudos Avançados, 33(97), 383-399. https://doi.org/10.1590/s0103-4014.2019.3397.021
Seção
Assuntos correntes