A fragilidade econômica e financeira na pandemia do Sars-Covid-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/s0103-4014.2020.34100.008

Palavras-chave:

Fragilidade econômica e financeira, Choques exógenos adversos, Limites da política macroeconômica.

Resumo

Este texto discute a fragilidade econômica e financeira da economia moderna e como choques exógenos adversos no sistema econômico – como o Sars-Covid-19 – desorganizam a economia e criam um descompasso entre o mundo econômico e das possíveis ações do Estado. A ação do Estado não consegue atingir todos os agentes econômicos para preservá-los da crise e haverá uma destruição de empresas, de capital físico e humano que não será mais recuperado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Simão Davi Silber, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuária, Universidade de São Paulo

Simão Davi Silber é professor senior do Departamento de Economia da Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuária da Universidade de São Paulo (FEA-USP) e pesquisador da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Referências

BRASIL. Banco Central do Brasil. Focus – Relatório de Mercado. 24 ago. 2020. Disponível em: <https://www.bcb.gov.br/publicacoes/focus>.

FMI - International Monetary Fund (2020). “World Economic Outlook Database”.

Disponível em: <https://www.imf.org/external/pubs/ft/weo/2020/01/weodata/

index.aspx>.

IBGE (2020) “Sistema de Contas Nacionais Trimestrais”. Disponível em:

www.ibge.gov.br/estatisticas/economicas/contas-nacionais.html>.

IPEADATA (2020). Séries Históricas – Contas Nacionais. 2020. Disponíveis em:

<http://www.ipeadata.gov.br/Default.aspx>.

Downloads

Publicado

2020-12-02

Como Citar

Silber, S. D. (2020). A fragilidade econômica e financeira na pandemia do Sars-Covid-19. Estudos Avançados, 34(100), 107-116. https://doi.org/10.1590/s0103-4014.2020.34100.008

Edição

Seção

Impactos da pandemia