"Proíbo a publicação e circulação..." - censura a livros na ditadura militar

  • Sandra Reimão Universidade de São Paulo; Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH)

Resumo

Durante a ditadura militar brasileira (1964-1985), cerca de 140 livros de autores brasileiros foram oficialmente vetados pelo Estado. Este artigo apresenta parte dos resultados de um projeto que visou fazer o levantamento sistemático das obras censuradas e traçar um panorama da atuação censória do governo militar em relação a livros, destacadamente obras de autores brasileiros, com ênfase no período posterior a 1970. Além de fontes bibliográficas, utilizamos o arquivo de pareceres do Departamento de Censura de Diversões Públicas (DCDP), órgão do Ministério da Justiça, que a partir de 1970 passou a exercer a censura a livros e revistas. O presente artigo é uma versão modificada de trechos do livro Repressão e resistência: censura a livros na ditadura militar, publicado pela Edusp, com apoio da Fapesp, em 2011.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-01-01
Como Citar
Reimão, S. (2014). "Proíbo a publicação e circulação." - censura a livros na ditadura militar . Estudos Avançados, 28(80), 75-90. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/eav/article/view/79684
Seção
50 Anos do Golpe de 64