O repensar da educação no Brasil

Autores

  • José Goldemberg Universidade de São Paulo; Instituto de Estudos Avançados

Resumo

Um panorama detalhado da educação no Brasil, examinando a atividade do Poder Público, analfabetismo, ensino básico, evasão e repetência, livro didático, ensino médio, entre outros aspectos da questão. Não é possível resolver o problema da pobreza apenas abrindo escolas. Mais da metade dos recursos do Ministério da Educação é aplicada no ensino superior, o que contraria a Constituição Federal, que dá prioridade ao combate ao analfabetismo e ao ensino fundamental. As prioridades do sistema educacional devem ser: diminuir a repetência nas escolas, ampliar o acesso ao segundo grau e melhorar a qualidade do ensino. Para tanto é preciso treinar professores, melhorar seus salários em função do desempenho e prestar assistência ao estudante com merenda escolar e material didático. A administração pública deve usar melhor os recursos disponíveis, privilegiando as regiões mais pobres e dando apoio as estados e municípios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1993-08-01

Como Citar

Goldemberg, J. (1993). O repensar da educação no Brasil . Estudos Avançados, 7(18), 65-137. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/eav/article/view/9623

Edição

Seção

Textos