[1]
G. Costa, “A escrita como cena substitutiva da Pólis: memória, silêncio e testemunho em Salinas Forte”s, Estud. av., vol. 33, nº 97, p. 331-345, dez. 2019.