Impacto do PIS e da COFINS na inflação: uma abordagem econométrica usando o teste de janela variável

Autores

  • Rubens Penha Cysne Fundação Getulio Vargas; Escola de Pós-Graduação em Economia
  • João Victor Issler Fundação Getulio Vargas; Escola de Pós-Graduação em Economia
  • Luiz Renato Régis de Oliveira Lima Fundação Getulio Vargas; Escola de Pós-Graduação em Economia
  • Hilton Hostalácio Fundação Getulio Vargas; Escola de Pós-Graduação em Economia

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1413-80502009000200001

Resumo

O objetivo central desse artigo é testar se a mudança na legislação do PIS/COFINS, conseqüência das leis nº leis 10.637/2002 e 10833/2003, provocou quebras estruturais na dinâmica da inflação no Brasil, ou mesmo se houve algum efeito sobre o nível da inflação.Concluímosquepara osíndicesagregadosdepreço - IGP eIPC -nãoencontramosnenhuma evidênciadequebra estrutural,quer no nível,quer nadinâmicadainflação. O mesmo ocorrepara os sub-índicesdeinflação, sendo o sub-índice dePlanodeSaúde aúnica exceção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-06-01

Como Citar

Cysne, R. P., Issler, J. V., Lima, L. R. R. de O., & Hostalácio, H. (2009). Impacto do PIS e da COFINS na inflação: uma abordagem econométrica usando o teste de janela variável. Economia Aplicada, 13(2), 185-206. https://doi.org/10.1590/S1413-80502009000200001

Edição

Seção

Artigos