Evidence of consumers' willingness to pay for the national animal identification system of the United States

Autores

  • Moises A. Resende Filho Universidade de Brasília; Departamento de Economia
  • Brian L. Buhr University of Minnesota; Department of Applied Economics

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1413-80502011000100001

Palavras-chave:

rastreabilidade animal, segurança do alimento, sistemas de equação de demanda, setor de carnes, EUA

Resumo

Com a implantação do sistema de rastreamento animal (NAIS) dos EUA, as preocupações dos consumidores com respeito ao mal da vaca louca (BSE) serão atenuadas e, por conseguinte, os consumidores estariam dispostos a pagar pelo NAIS. Foram estimadas doze especificações alternativas do sistema de equações de demanda generalizado quase ideal para as carnes bovina, suína e de frango, incorporando índices com o número de notícias sobre BSE nos EUA como proxies da percepção de risco dos consumidores. O modelo preferido serviu para construir cenários considerando impactos hipotéticos do NAIS sobre a percepção de risco dos consumidores. Conclui-se que o impacto da BSE sobre a demanda por carnes seria suficiente para cobrir estimativas prévias dos custos com a implantação do NAIS.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-03-01

Como Citar

Resende Filho, M. A., & Buhr, B. L. (2011). Evidence of consumers’ willingness to pay for the national animal identification system of the United States. Economia Aplicada, 15(1), 5-22. https://doi.org/10.1590/S1413-80502011000100001

Edição

Seção

nd