Inflação pró-pobre no Brasil do Real: uma análise regional

Autores

  • Fábio José Ferreira da Silva Banco Central do Brasil
  • Fernando de Aquino Fonseca Neto Universidade Católica de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1413-80502011000100005

Palavras-chave:

Inflação, Classes Sociais, Pobreza

Resumo

Este artigo analisa os efeitos da inflação em diferentes segmentos de renda (pobres, classe média e alta) e regiões (Nordeste e Centro-Sul) para o período posterior ao de alta inflação, de 1995 a 2008. Encontra-se que a inflação dos pobres foi inferior à média nacional graças, sobretudo, ao grupo alimentação e bebidas, que tem maior participação na cesta dos pobres e cujos preços foramcontidos pela apreciação cambial e boas safras agrícolas nos primeiros anos do Real. Levando em conta as alterações favoráveis dos preços relativos, encontra-se que a renda real dos pobres teria crescido ainda mais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-03-01

Como Citar

Silva, F. J. F. da, & Fonseca Neto, F. de A. (2011). Inflação pró-pobre no Brasil do Real: uma análise regional. Economia Aplicada, 15(1), 83-102. https://doi.org/10.1590/S1413-80502011000100005

Edição

Seção

nd