Macroeconomic and generational impacts of fiscal devaluation: an application for the Brazilian case

Autores

  • Carlos Eduardo de Freitas Universidade Federal de Mato Grosso. http://orcid.org/0000-0002-6347-011X
  • Nelson Leitão Paes Universidade Federal de Pernambuco e Universidade Federal do Mato Grosso.

DOI:

https://doi.org/10.11606/1413-8050/ea113743

Palavras-chave:

modelo dinâmico de equilíbrio geral, gerações sobrepostas, desvalorização fiscal

Resumo

A desvalorização fiscal normalmente envolve a redução das contribuições para a seguridade social sobre a folha de pagamento com o aumento do imposto sobre o consumo. Este estudo avalia o impacto da desvalorização fiscal no Brasil sobre o consumo, capital, produção e distribuição de renda entre gerações. Para isso, usamos um modelo dinâmico de equilíbrio geral com gerações sobrepostas, expectativa de vida finita, risco de morte e seguridade social. Os resultados sugerem que a desvalorização fiscal provocou resultados positivos, mas modestos, sobre o produto, capital e consumo a longo prazo, sem grandes sacrifícios para a economia no seu caminho de transição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Eduardo de Freitas, Universidade Federal de Mato Grosso.

UFMT/CUR/ICHS/Ciências Econômicas.

Nelson Leitão Paes, Universidade Federal de Pernambuco e Universidade Federal do Mato Grosso.

Universidade Federal de Pernambuco e Universidade Federal do Mato Grosso.

Downloads

Publicado

2017-09-01

Como Citar

de Freitas, C. E., & Paes, N. L. (2017). Macroeconomic and generational impacts of fiscal devaluation: an application for the Brazilian case. Economia Aplicada, 21(3), 417-435. https://doi.org/10.11606/1413-8050/ea113743

Edição

Seção

Artigos