O programa bolsa família e o mercado de trabalho informal: uma análise de impacto da ação Brasil carinhoso

Autores

  • Luísa de Azevedo Nazareno Universidade de Brasilia

DOI:

https://doi.org/10.11606/1413-8050/ea153891

Palavras-chave:

Bolsa Família, Brasil Carinhoso, Informalidade, Escolha ocupacional

Resumo

O presente artigo objetiva verificar a existência de impactos da ação Brasil Carinhoso em uma eventual escolha pela informalidade por parte dos seus beneficiários. Parte-se de grupos de controle e tratamento, criados a partir das PNADs 2011 e 2012, compostos por indivíduos ocupados elegíveis ou potencialmente elegíveis ao benefício. O principal resultado encontrado aponta para uma relação significativa e negativa entre o recebimento do benefício Brasil Carinhoso e a escolha pela informalidade. Entre as possíveis explicações para tanto, levanta-se a hipótese de que o benefício alivie restrições de liquidez na busca por empregos. Testes de robustez, contudo, não sustentam a conclusão

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-01

Como Citar

Nazareno, L. de A. (2016). O programa bolsa família e o mercado de trabalho informal: uma análise de impacto da ação Brasil carinhoso. Economia Aplicada, 20(4), 457-471. https://doi.org/10.11606/1413-8050/ea153891

Edição

Seção

Artigos