Retornos da educação no Brasil em âmbito regional considerando um ambiente de menor desigualdade

Autores

  • Daniel Cirilo Suliano Analista de Políticas Públicas do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará
  • Marcelo Lettieri Siqueira Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1413-80502012000100006

Palavras-chave:

Educação, Retornos, Queda Recente da Desigualdade, Nordeste, Sudeste

Resumo

Este trabalho estima a taxa de retorno da educação para as duas regiões brasileiras que apresentam fortes disparidades sócio-econômicas: Nordeste e Sudeste. O período compreende os anos de 2001-2006, caracterizado na literatura por uma forte queda da desigualdade de renda no Brasil de acordo com as pesquisas domiciliares. Formas alternativas de estimação aos de Mínimos Quadrados Ordinários são apresentadas. As evidências são de que o retorno da escolaridade ainda se mantém em patamares elevados, não obstante as fortes disparidades sócio-econômicas das áreas geográficas e as diversas formas metodológicas de estimação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-03-01

Como Citar

Suliano, D. C., & Siqueira, M. L. (2012). Retornos da educação no Brasil em âmbito regional considerando um ambiente de menor desigualdade. Economia Aplicada, 16(1), 137-165. https://doi.org/10.1590/S1413-80502012000100006

Edição

Seção

Artigos