Estimativas da função exportações brasileiras agregadas com dados das Contas Nacionais Trimestrais, 1995-2009

Autores

  • Bernardo Patta Schettini IPEA
  • Gabriel Coelho Squeff IPEA
  • Raphael Rocha Gouvêa IPEA

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1413-80502012000100007

Resumo

Este trabalho apresenta novas especificações econométricas para as exportações brasileiras no período 1995-2009 utilizando dados das Contas Trimestrais e permitindo não linearidades. No vetor de cointegração, há evidências de uma mudança de nível, mas as elasticidades não mudaram significativamente. A elasticidade-renda permaneceu próxima à unidade e o multiplicador da taxa de câmbio real se mostrou pequeno. Na dinâmica de curto prazo, a renda mundial exerce influência não desprezível e o impacto da taxa de câmbio é não significante. Estima-se que a correção dos desequilíbrios ocorre dentro de três trimestres. Afora isso, destacamos que modelos selecionados exibiram bom desempenho na projeção fora da amostra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-03-01

Como Citar

Schettini, B. P., Squeff, G. C., & Gouvêa, R. R. (2012). Estimativas da função exportações brasileiras agregadas com dados das Contas Nacionais Trimestrais, 1995-2009. Economia Aplicada, 16(1), 167-196. https://doi.org/10.1590/S1413-80502012000100007

Edição

Seção

Artigos