Prêmio de risco e a política monetária no Brasil

Autores

  • Rogério Lúcio Silva Junior Universidade Católica de Brasília
  • José Angelo Divino Universidade Católica de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1413-80502013000200001

Resumo

Esse artigo aplicou o modelo DSGE desenvolvido por Christiano et al. (2010) aos dados da economia brasileira no período recente, visando analisar a relação entre política monetária e o prêmio de risco de mercado. Esse modelo foi escolhido porque incorpora o setor financeiro e empréstimos bancários a empresas a uma estrutura novo keynesiana com rigidez de preços e salários. Os resultados indicam que o prêmio de risco e os choques no investimento possuem relevância para explicar os ciclos econômicos no Brasil. O prêmio de risco é um canal de transmissão para a política monetária via mercado de crédito. Constatou-se, também, que o Banco Central reagiu em desacordo com as recomendações usuais de política no episódio da recente crise financeira global.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-06-01

Como Citar

Silva Junior, R. L., & Divino, J. A. (2013). Prêmio de risco e a política monetária no Brasil . Economia Aplicada, 17(2), 163-192. https://doi.org/10.1590/S1413-80502013000200001

Edição

Seção

Artigos