Performance-based compensation vs. guaranteed compensation: contractual incentives and performance in the Brazilian banking industry

Autores

  • Klenio Barbosa Sao Paulo School of Economics
  • André Bucione Sao Paulo School of Economics
  • André Portela Souza Sao Paulo School of Economics

DOI:

https://doi.org/10.1590/1413-8050/ea474

Resumo

A alta gerência dos bancos de varejo delega autoridade aos gerentes de unidades bancárias para operação de suas agências. Tal delegação está permeada de conflitos de interesse, informação assimétrica e monitoramento limitado, os quais moldam os planos de compensação dos gerentes. Dessa forma, bancos alinham os interesses da alta gerência e dos gerentes por meio de um sistema de metas e incentivos. Este artigo avalia a relação causal entre os salários com base no desempenho e desempenho dos gestores. Usando dados de janeiro/07 a junho/09, de um grande banco de varejo do Brasil, verificamos que os agentes com contratos salariais variáveis têm desempenho inferior em comparação com agentes que têm remuneração por desempenho. Conclui-se que há um risco moral no comportamento dos agentes que estão sujeitos a contratos salariais variáveis garantidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-03-01

Como Citar

Barbosa, K., Bucione, A., & Souza, A. P. (2014). Performance-based compensation vs. guaranteed compensation: contractual incentives and performance in the Brazilian banking industry. Economia Aplicada, 18(1), 5-33. https://doi.org/10.1590/1413-8050/ea474

Edição

Seção

Artigos