O regime de ciclos de aprendizagem e a heterogeneidade de seus efeitos sobre a proficiência dos alunos

Autores

  • Sandro Carvalho Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
  • Sergio Firpo Instituto de Pesquisa São Paulo School of EconomicsAplicada

DOI:

https://doi.org/10.1590/1413-8050/ea374

Resumo

Neste artigo avaliamos o impacto da adoção do regime de ciclos ao longo da distribuição intra-classe de proficiência em matemática e português. Investigamos crianças matriculadas nas 4ª e 8ª séries. Os resultados indicam que há fraca relação entre a mudança de um regime seriado para o de ciclos sobre o desempenho, mesmo ao longo da distribuição. Contudo, no sentido inverso, a readoção das séries gerou impactos positivos no desempenho de matemática na 4ª série para todos os pontos da distribuição. Pode-se concluir que, em geral, a reprovação não parece gerar aumentos de esforço dos alunos, sobretudo entre alunos mais velhos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-06-01

Como Citar

Carvalho, S., & Firpo, S. (2014). O regime de ciclos de aprendizagem e a heterogeneidade de seus efeitos sobre a proficiência dos alunos . Economia Aplicada, 18(2), 199-214. https://doi.org/10.1590/1413-8050/ea374

Edição

Seção

Artigos