Taxa de câmbio social e abertura comercial

Autores

  • Léo da Rocha Ferreira Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Faculdade de Ciências Econômicas

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1413-80502005000400007

Palavras-chave:

abertura comercial, avaliação de projetos, taxa de câmbio social, política cambial

Resumo

O objetivo geral deste artigo é avaliar o impacto da abertura comercial brasileira na taxa de câmbio social. O seu objetivo específico é desenvolver e calcular uma medida apropriada para a taxa de câmbio social a ser utilizada na análise de projetos de investimentos no Brasil. Utilizando um modelo de custo de oportunidade da divisa para estimar taxa de câmbio social, o estudo conclui que não houve alteração importante no ordenamento das atividades econômicas segundo o grau de proteção efetiva. A tendência declinante da taxa de câmbio social é resultado da abertura comercial iniciada no final dos anos oitenta e da mudança da política cambial brasileira de janeiro de 1999.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2005-12-01

Como Citar

Ferreira, L. da R. (2005). Taxa de câmbio social e abertura comercial. Economia Aplicada, 9(4), 645-662. https://doi.org/10.1590/S1413-80502005000400007

Edição

Seção

Artigos