Evasão fiscal do imposto sobre a renda: uma análise do comportamento do contribuinte ante o sistema impositivo brasileiro

Autores

  • Marcelo Lettieri Siqueira UFC; CAEN; UFPE; PIMES
  • Francisco S. Ramos Universite Catholique de Louvain; PIMES; Departamento de Economia; CNPq

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1413-80502006000300006

Palavras-chave:

evasão fiscal, Imposto sobre a Renda, auditoria, comportamento do contribuinte

Resumo

O objetivo do presente artigo é explicar como o comportamento do contribuinte determina o nível de evasão do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (IRPF) no Brasil, por meio de uma expansão do modelo de Allingham e Sandmo (1972), de forma a incorporar as características específicas do sistema de imposição do IRPF e, assim, fornecer subsídios à autoridade tributária brasileira para a definição de estratégias de auditoria fiscal. Os resultados indicam que aumentos nas probabilidades de auditoria, nas penalidades, na alíquota marginal do imposto e na eficiência das auditorias das declarações reduzem a evasão do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física. Além disso, ficou evidente que há diferenças de comportamento entre regiões, demonstrando que grupos distintos de contribuintes avaliam de forma diferente os riscos da atividade de sonegação, parecendo conhecer bem as diferentes probabilidades de detecção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-09-01

Como Citar

Siqueira, M. L., & Ramos, F. S. (2006). Evasão fiscal do imposto sobre a renda: uma análise do comportamento do contribuinte ante o sistema impositivo brasileiro. Economia Aplicada, 10(3), 399-424. https://doi.org/10.1590/S1413-80502006000300006

Edição

Seção

Artigos