O vencimento da dívida pública cambial influencia a taxa de câmbio? Um estudo econométrico para o brasil no período 2003-2004

Autores

  • Roberto Meurer Universidade Federal de Santa Catarina; Departamento de Economia
  • Guilherme Valle Moura Christian-Albrechts-Universität zu Kiel
  • Maurício Simiano Nunes Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Programa de Pós-Graduação em Economia

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1413-80502007000100003

Palavras-chave:

taxa de câmbio, dívida pública, sinalização, Brasil

Resumo

Neste trabalho testou-se a hipótese de sinalização, sob a qual a taxa de câmbio entre o real e o dólar teria um comportamento diferente nos períodos que antecedem a liquidação da dívida pública interna cambial brasileira, com o que os detentores da dívida conseguiriam um rendimento acima do normal. Testes paramétricos lineares (regressão com variável dummy) e não-lineares (GARCH e mudança de regime markoviano), bem como não-paramétricos (Mann-Whitney e Wilcoxon) não detectaram comportamento anormal da variação da taxa de câmbio antes do vencimento da dívida pública cambial em 2003 e 2004. Com isto rejeita-se a hipótese de que a proximidade da data de vencimento da dívida pública poderia sinalizar ganhos extraordinários no mercado de câmbio, mas há alteração na volatilidade. Os testes de Mann-Whitney e Wilcoxon e o modelo GARCH com variável dummy detectaram comportamento diferente do retorno da taxa de câmbio no dia do vencimento da dívida pública, quando já não haveria interesse dos detentores dos títulos em elevar a cotação do dólar. Pelo modelo GARCH há uma aceleração da apreciação da moeda brasileira no dia do vencimento da dívida pública em relação ao restante dos anos de 2003 e 2004. O teste para mudança de regime markoviano, entretanto, não detectou retornos anormais no dia do vencimento da dívida pública cambial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-03-01

Como Citar

Meurer, R., Moura, G. V., & Nunes, M. S. (2007). O vencimento da dívida pública cambial influencia a taxa de câmbio? Um estudo econométrico para o brasil no período 2003-2004. Economia Aplicada, 11(1), 55-72. https://doi.org/10.1590/S1413-80502007000100003

Edição

Seção

Artigos