Concentração industrial no Brasil no período 1996-2001: uma análise por meio do índice de Ellison e Glaeser (1994)

Autores

  • Vladimir Lautert Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Nilton Clóvis Machado de Araújo Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1413-80502007000300002

Palavras-chave:

concentração industrial, localização industrial

Resumo

Este trabalho trata da concentração espacial da indústria de transformação brasileira em nível de divisões e grupos da Classificação Nacional das Atividades Econômicas (CNAE), nos anos de 1996 e 2001. Para a análise do nível de concentração foi utilizado o índice de Ellison e Glaeser (1994) e seus componentes. Os resultados mostram que ocorreu diminuição no grau de concentração médio, com a maioria das divisões e grupos industriais tendo suas concentrações reduzidas durante o período estudado. Além disso, constatou-se uma relativa estabilidade na distribuição dos setores mais e menos concentrados, apesar de se ter verificado uma variação significativa da concentração dentro de cada segmento, especialmente entre os menos concentrados. Finalmente, verificou-se que a concentração tende a ser maior nos setores com maior conteúdo tecnológico e menor nas atividades da indústria tradicional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-09-01

Como Citar

Lautert, V., & Araújo, N. C. M. de. (2007). Concentração industrial no Brasil no período 1996-2001: uma análise por meio do índice de Ellison e Glaeser (1994). Economia Aplicada, 11(3), 347-368. https://doi.org/10.1590/S1413-80502007000300002

Edição

Seção

Artigos