Comércio internacional e finanças: uma análise teórico-empírica

Autores

  • Cláudio Ribeiro Lucinda Fundação Getúlio Vargas; Escola de Economia de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1413-80502008000300004

Palavras-chave:

finanças, comércio internacional

Resumo

O presente artigo busca investigar a relação entre as características institucionais do mercado de crédito de um país e a sua especialização no comércio de manufaturas. Para tanto, inicialmente começamos modelando esta relação. A análise empírica, envolvendo dados setoriais da indústria brasileira para o período entre 1996 e 2000, permitiu observar uma relação entre a demanda por fundos externos e grau de especialização em produtos manufaturados, de acordo com o desenvolvimento teórico. Esta relação se manteve mesmo com a realização de uma análise econométrica adicional, que tinha o objetivo de controlar os vieses de simultaneidade e causalidade reversa

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-09-01

Como Citar

Lucinda, C. R. (2008). Comércio internacional e finanças: uma análise teórico-empírica. Economia Aplicada, 12(3), 417-442. https://doi.org/10.1590/S1413-80502008000300004

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)