Mudança Estrutural, Hiato Tecnológico e Capital Humano num Modelo Norte-Sul de Crescimento com Restrição de Balanço de Pagamentos

Palavras-chave: Crescimento econômico, Endogeneidade das Elasticidades, Sistema Nacional de Inovações.

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar um modelo macrodinâmico Kaldoriano em que o processo de convergência ou divergência entre o Norte (desenvolvido) e o Sul (em desenvolvimento)
é uma função da mudança estrutural e do hiato tecnológico. A participação da
indústria na economia do Sul e o hiato tecnológico se tornaram endógenos para explicar a
dinâmica do crescimento compatível com o equilíbrio no Balanço de Pagamentos. Para que
ocorra o processo de catching up, há a necessidade do aumento das atividades inovativas do
Sul. O modelo desenvolvido exibe equilíbrios múltiplos: um estável e outro instável. No equilíbrio
estável, o Sul deve apresentar, conjuntamente, maior desenvolvimento do seu Sistema
Nacional de Inovações e elevados efeitos de spillovers industriais em relação ao nível de hiato
tecnológico existente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciano Ferreira Gabriel, Universidade Federal de Minas Gerais

Professor da FACE/UFMG

Frederico Gonzaga Jayme Jr., Universidade Federal de Minas Gerais

Professor da FACE.

José Luis Oreiro, Universidade de Brasília

Professor do Depto. de Economia da UnB

Publicado
2019-09-30
Seção
Artigo