A trajetória de Tobias de Lacerda Martins Moscoso entre a Escola Politécnica e a Econometric Society: uma história inacabada

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/0101-41615115vcs

Palavras-chave:

Tobias Moscoso, Econometric Society, Escola Politécnica, Economia racional, Estatística matemática

Resumo

Tobias de Lacerda Martins Moscoso (1879-1928) foi um engenheiro brasileiro que transitou pelas áreas da estatística, matemática e economia política. Professor da Escola Politécnica da Universidade do Rio de Janeiro, teve, contudo, seu nome ofuscado na historiografia brasileira pelo acidente aéreo que o vitimou, em 1928. Apesar de sua morte precoce, Moscoso viria a ser o único latino-americano entre os destinatários da carta-convite enviada por Fisher, Frisch e Roos para a reunião inaugural da Econometric Society, em 1930. Neste artigo busco, então, cumprir dois objetivos: recuperar o nome de Tobias Moscoso na historiografia brasileira e apresentar a trajetória que o levou a integrar o grupo de oitenta e três indivíduos convidados para a fundação da Econometric Society. Argumento que o convite a Moscoso se alicerça sobre dois pilares: sua abordagem à economia política, que privilegiava a estatística e a matemática, e sua visita aos círculos acadêmicos parisienses, em 1926.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Fontes primárias consultadas

Air crash kills 14 in Rio de Janeiro. 1928. The New York Times, 04 dez. 1928, p. 1.

Arquivos do Tribunal de Segurança Nacional. Seção de Documentos do Judiciário e do Extrajudicial. Arquivo Nacional, Rio de Janeiro, RJ.

Bateaux allemands, Les. 1921. Le Figaro, Paris, 02 set. 1921, p. 3.

Brasil. 1874. Decreto nº 5.600, de 25 de abril de 1874. Dá estatutos à Escola Polytechnica. Coleção de Leis do Império do Brasil, Rio de Janeiro, 25 abr. 1874. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1824-1899/decreto-5600-25-abril-1874-550207-publicacaooriginal-65869-pe.html. Acesso em: 23 de junho de 2020.

Brasil. 1908. Ministério da Indústria, Viação e Obras Públicas. Relatório apresentado ao Presidente da República dos Estados Unidos do Brasil pelo Ministro de Estado da Indústria, Viação e Obras Públicas Miguel Calmon du Pin e Almeida. Rio de Janeiro.

Brasil. 1910. Ministério da Indústria, Viação e Obras Públicas. Relatório apresentado ao Presidente da República dos Estados Unidos do Brasil pelo Ministro de Estado da Indústria, Viação e Obras Públicas Miguel Calmon du Pin e Almeida. Rio de Janeiro.

Brasil. 1911. Ministério da Viação e Obras Públicas. Relatório apresentado ao Presidente da República dos Estados Unidos do Brazil pelo Ministro de Estado da Viação e Obras Públicas Dr. J. J. Seabra. Rio de Janeiro.

Brasil. 1915. Decreto nº 11.530, de 18 de março de 1915. Reorganiza o ensino secundário e o superior na República. Diário Oficial da República dos Estados Unidos do Brasil, Rio de Janeiro, 19 mar. 1915. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1910-1919/decreto-11530-18-marco-1915-522019-publicacaooriginal-1-pe.html. Acesso em: 08 de abril de 2020.

Brasil. 1920. Ministério da Viação e Obras Públicas. Relatório do Ministério da Viação e Obras Públicas. Rio de Janeiro.

Brasil. 1923. Decreto nº 4.634, de 08 de janeiro de 1923. Concede à Universidade do Rio de Janeiro uma subvenção especial de 50:000$, annuaes, afim de ser fundado e mantido um Instituto Franco-Brasileiro de alta cultura, scientifica e litteraria, segundo as negociações que entabolarem entre os Governos Brasileiro e Francez, e estabelece as condições de administração e funccionamento do Instituto. Diário Oficial da República dos Estados Unidos do Brasil, Rio de Janeiro, RJ, 10 jan. 1923. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1920-1929/decreto-4634-8-janeiro-1923-566570-publicacaooriginal-90138-pl.html. Acesso em: 31 de março de 2020.

Brasil. 1924. Ministério das Relações Exteriores. Relatório apresentado ao Presidente da República dos Estados Unidos do Brasil pelo Ministro de Estado das Relações Exteriores comprehendendo o período decorrido de 30 de abril de 1922 a 3 de maio de 1923. Rio de Janeiro.

Brasil. 1925. Ministério das Relações Exteriores. Relatório apresentado ao Presidente da República dos Estados Unidos do Brasil pelo Ministro de Estado das Relações Exteriores comprehendendo o período decorrido de 30 de abril de 1923 a 3 de maio de 1924. Rio de Janeiro.

Brasil. 1926 Ministério das Relações Exteriores. Relatório apresentado ao Presidente da República dos Estados Unidos do Brasil pelo Ministro de Estado das Relações Exteriores comprehendendo o período decorrido de 30 de abril de 1924 a 3 de maio de 1925. Rio de Janeiro.

Brésil. 1926a. Le Gaulois, Paris,19 fev. 1926, p. 2.

Brésil. 1926b. Le Gaulois, Paris, 18 abr. 1926, p. 3.

Cèrcles. 1926. Le Figaro, Paris, 11 mai. 1926, p. 2.

Companheiros do “Santos Dumont”, Os. 1949. Ciência para Todos, Rio de Janeiro, 02 jan. 1949, p. 8-9.

Conferência de comunicações, A. 1924. Pacotilha, São Luís, 26 jun. 1924, p. 1.

Conferência do Professor Moscoso em Paris, A. 1926. O Paiz, Rio de Janeiro, 2 abr. 1926, p. 6.

Congresso Internacional de Engenharia. 1922. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 13 mai. 1922, p. 3.

Dans les cèrcles. 1926. Le Gaulois, Paris, 02 jul. 1926, p. 2.

Encerrou-se a primeira parte das conferências do Instituto-Franco Brasileiro, na Sorbonne. Correio da Manhã, 04 mai. 1926

Estados Unidos da América. 1927. Department of State. Inter-American Committee on Electrical Communications, Mexico City, May 27 to July 22, 1924, Report of the Delegation of the United States. Washington: Government Printing Office.

Fisher, Irving, Ragnar Frisch, e Charles Roos. 1930. Carta-convite para a fundação da Econometric Society. New Haven, 29 nov. 1930. Disponível em: https://www.econometricsociety.org/society/about. Acesso em: 23/10/2019.

Hullinger, Edwin. 1921. “Os navios brasileiros arrendados à França.” O Paiz, Rio de Janeiro, 13 jul. 1921, p. 1.

Mensagem de saudação a Santos Dumont, A. 1949. Ciência para Todos, Rio de Janeiro, 02 jan. 1949, p. 8.

Ministério da Viação. 1921. O Paiz, Rio de Janeiro, 10 jun. 1921, p. 4.

Missão do Sr. Tobias Moscoso à Europa, A. 1922. O Paiz, Rio de Janeiro, 04 jun. 1922, p. 1.

Mme. Curie. 1926a. O Paiz, Rio de Janeiro, 18 jul. 1926, p. 2,

Mme. Curie virá este anno ao Rio de Janeiro: uma communicação recebida pelo reitor da nossa Universidade. 1926b. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 18 jun. 1926, p. 2.

Noticiário. 1869. Diário do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 17 jul. 1869, p. 1.

Ragnar Frisch Papers. Biblioteca Nacional da Noruega (Nasjonalbiblioteket), Oslo, Noruega.

Regresso da missão incumbida de receber da França os navios que arrendou ao Brasil. 1922. O Paiz, Rio de Janeiro, 05 jun. 1922, p. 2.

Remise au Brésil des navires ex-allemands, La. Le Figaro, Paris, 09 out. 1921, p. 3

Répartition de la flotte allemande, La. 1921. La Lanterne, Paris, 12 jun. 1921, p. 2.

São nomeados os funcionários da Repartição de Águas e Esgotos. 1912. A Noite, Rio de Janeiro, 03 jan. 1912, p. 2.

Société d’Économie Politique. 1926a. “Séance du 9 avril 1926.” Bulletin de la Société d’Économie Politique 79: 43-68.

Société d’Économie Politique. 1926b. “Séance du 4 juin 1926.” Bulletin de la Société d’Économie Politique 79: 92-121.

Société d’Économie Politique. 1928. “Séance du 5 décembre 1928.” Bulletin de la Société d’Économie Politique 81: 204-224.

Société d’Économie Politique. 1929. “Séance du 5 décembre 1929.” Bulletin de la Société d’Économie Politique 82: 205-238.

Société de Statistique de Paris. 1860. “Extrait du procès-verbal de la séance d’installation.” Journal de la Société de Statistique de Paris 1 (1): 1-13.

Société de Statistique de Paris. 1865. “Procès-verbal de la séance du 6 mai 1865.” Journal de la Société de Statistique de Paris 6 (6): 165-166.

Société de Statistique de Paris. 1885. “Procès-verbal de la séance du 15 avril 1885.” Journal de la Société de Statistique de Paris 26 (5): 193-198.

Société de Statistique de Paris. 1909. “Procès-verbal de la séance du 17 november 1909.” Journal de la Société de Statistique de Paris 50 (12): 541-549.

Société de Statistique de Paris. 1926. “Procès-verbal de la séance du 17 Mars 1926.” Journal de la Société de Statistique de Paris 67 (4): 117-119.

Société de Statistique de Paris. 1927a. “Procès-verbal de la séance du 19 Janvier 1927.” Journal de la Société de Statistique de Paris 68 (2): 41-52.

Société de Statistique de Paris. 1927b. “Procès-verbal de la séance du 16 Novembre 1927.” Journal de la Société de Statistique de Paris 68 (12): 299-306.

Société de Statistique de Paris. 1929a. “Procès-verbal de la séance du 16 Janvier 1929.” Journal de la Société de Statistique de Paris 70 (2): 25-35.

Société de Statistique de Paris. 1929b. “Procès-verbal de la séance du 16 Octobre 1929.” Journal de la Société de Statistique de Paris 70 (11): 313-315.

Sr. Paul Hazard, O. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 20 jul. 1926, p. 5.

Telegrammas: exterior. 1926. Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, 17 mar. 1926, p. 1.

Tobias Tell Martins Moscoso. Diário de Notícias, Rio de Janeiro, 19 mai. 1893, p. 4.

Tobias Moscoso: 1879-1928. Revista G.E., Rio de Janeiro, Número 10, 1956, p. 4-5.

Victimas do tristíssimo desastre, As. Diário Nacional, São Paulo, 04 dez. 1928, p. 3.

Referências

Ayres, Lilian, Wellington Amorim, Vanessa Caetano, e Aline Alves. 2015. “La enfermera visitadora: construcción de un curso en el ideario de Amaury de Medeiros.” Temperamentum 11(22): t10107.

Beugel, Johannes, Gerhard Lüdtke. 1911. Minerva: Jahrbuch Der Gelehrten Welt. Estrasburgo: Verlag von Karl J. Trübner.

Bjerkholt, Olav. 2017. “On the founding of the Econometric Society.” Journal of the History of Economic Thought 39(2): 175-198.

Colson, Clément. 1928. “Économie Rationnelle, par F. Divisia.” Journal de la Société de Statistique de Paris 69: 25-29.

Cosentino, Daniel. 2016. Formação do pensamento econômico brasileiro no século XIX. 201 f. Tese (Doutorado em História Econômica) – Programa de Pós-Graduação em História Econômica, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.

Divisia, François. 1926. “L’indice monétaire et la théorie de la monnaie.” Revue d’Économie Politique 40(1) : 49-81.

Divisia, François. 1928. Économique rationnelle. Paris: Gaston Doin & Cie.

Divisia, François. 1953. “La Société d’Econometrie a atteint sa majorité.” Econometrica 21(1): 1-30.

Dockès, Pierre. 2000. Les traditions économiques françaises: 1848-1939. Paris : CNRS Éditions.

Dumas, Georges. 1918. “Discurso”. Revista da Sociedade Brasileira de Ciências 2(1): 3-9.

Eisenstaedt, Jean, e Júlio Fabris. 2004. “Amoroso Costa e o primeiro livro brasileiro sobre a Relatividade Geral.” Revista Brasileira de Ensino de Física 26(2): 185-192.

Escola Polytechnica. Revista Brasileira de Ensino, 1(1): 19, 1925.

Freitas, A. P. Revista da Sociedade de Geographia do Rio de Janeiro: Tomo V, 3º Boletim. Rio de Janeiro: Perseverança, 1889.

Gama, Lélio, Ignacio Amaral, e Mário de Britto. 1929. “Sessão solemne em homenagem aos acadêmicos Daniel Henninger, Tobias Moscoso, Amoroso Costa e Ferdinando Labouriau.” Annaes da Academia Brasileira de Ciências 1(1): 28-49.

Gomes, Clecia. 2015. Os engenheiros da Associação Brasileira de Educação (ABE): confluências entre ideias educacionais e urbanas na cidade do Rio de Janeiro nos anos iniciais do século XX. 191 f. Dissertação (Mestrado em História) – Programa de Pós-Graduação em História, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas.

Graz, Jean-Christophe, e Christophe Hauert. 2019. “Translating technical diplomacy: the participation of civil society organizations in international standardisation.” Global Society 33(2): 1-21.

Gremaud, Amaury. 1997. Das controvérsias teóricas à política econômica: pensamento econômico e economia brasileira no Segundo Império e na Primeira República. 265 f. Tese (Doutorado em Economia) – Programa de Pós-Graduação em Economia, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuária, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Hénault, Alexandre. Annuario Brasileiro Commercial. Rio de Janeiro: Almanak Hénault, 1909.

Hugon, Paul. 1955. “A economia política no Brasil.” In As ciências no Brasil, volume II, organizado por Fernando Azevedo, 299-352. Rio de Janeiro: Edições Melhoramentos.

Kelchner, Warren. 1933. Inter-American conferences, 1826-1933, chronological and classified lists. Washington: Government Printing Office.

Lamarão, Sérgio. 2012. “As revistas como fonte para a história da cidade do Rio de Janeiro.” Revista do Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro 6: 129-143.

Leonard, Thomas. 2005. “Eugenics and economics in the Progressive Era.” Journal of Economic Perspectives 19(4): 207-224.

Oliveira e Silva, A. 2004. Páginas da história: notícias da II Conferência Nacional de Educação da ABE. Belo Horizonte, 4 a 11 de novembro de 1928. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

Paim, A. 1982. “Por uma universidade no Rio de Janeiro.” In Universidades e instituições científicas no Rio de Janeiro, organizado por Simon Schwartzman, 17-96. Brasília: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Pardal, Paulo. 1984. Memórias da Escola Politécnica. Rio de Janeiro: Xerox do Brasil.

Pardal, Paulo. 1993. “Primórdios do ensino de estatística no Brasil e na UERJ.” Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro 154(378): 89-98.

Picory, Christian. 1989. “Orthodoxie libérale et hétérodoxie marginaliste: Clément Colson.” Révue Économique 40(4): 679-707.

Piéron, Henri. 1926. “Chronique.” L’Année Psychologique 26: 738-746.

Rangel, Jorge. 2010. Edgard Roquette-Pinto. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, Editora Massangana.

Revista Brasileira de Engenharia. Rio de Janeiro: Pantoja Leite, 1920-1940.

Roos, Charles. 1948. “A future role for the Econometric Society in international statistics.” Econometrica 16(2): 127-134.

Roy, René. 1965. François Divisia, 1889-1964. Econometrica 33(3): 635-640.

Rutherford, Malcolm. 2004. Institutional economics at Columbia University. History of Political Economy 36(1): 31-78.

Schneider, William. 1982. “Toward the improvement of the human race: the history of eugenics in France.” Journal of Modern History 54(2): 268-291.

Silva, Clóvis. 2000. “Manuel Amoroso Costa: o continuador da obra matemática de Otto de Alencar Silva.” Revista de la Sociedad Española de Historia de las Ciencias y de las Técnicas 23(46): 91-102.

Silva, Mozart. 2013. “Biopolítica, educação e eugenia no Brasil (1911-1945).” Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação 8(4): 900-922.

Suppo, Hugo. 2000. “A política cultural da França no Brasil entre 1920 e 1940: o direito e o avesso das missões universitárias.” Revista de História 142-143: 309-345.

Wallon, Henri. 1968. “La vie et l’œuvre de Georges Dumas.” Enfance 21(1-2): 119-141.

Downloads

Publicado

2021-03-09

Edição

Seção

Artigo