Exportações internacionais e interações regionais: uma análise de equilíbrio geral

Autores

  • Fernando Salgueiro Perobelli UFJF; FEA; Economia Aplicada
  • Eduardo Amaral Haddad Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-41612006000400007

Palavras-chave:

desenvolvimento regional, equilíbrio geral computável, comércio

Resumo

O comércio pode ser um importante estímulo para o rápido crescimento econômico, embora muitas vezes, não seja uma estratégia desejável para o desenvolvimento econômico e social. A contribuição do comércio para o desenvolvimento depende, dentre outros fatores, da natureza do setor exportador, da distribuição de seus benefícios e dos linkages dos setores exportadores com os demais setores da economia. No período recente, entretanto, os analistas regionais têm se preocupado com questões inerentes ao comércio internacional devido, dentre outros fatores, ao processo de globalização e à hipótese de que o crescimento de uma região está diretamente relacionado com a sua habilidade em competir no mercado internacional. Portanto, um modelo interestadual de EGC é implementado neste trabalho a fim de simular quais as prováveis implicações do crescimento das exportações internacionais estaduais para a estrutura de interações inter-regionais brasileiras (e.g exportações inter-regionais).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CONFAZ. Balança comercial interestadual de 1997. Brasília: Ministério da Fazenda, 1997.

Dixon, P. B.; Parmenter, B. R.; Powell, A. A.; Wilcoxen, P. J. Notes and problems in

applied general equilibrium economics. In: Bliss, C. J.; Intriligator, M. D. (Eds), Advanced textbooks in economics (v. 32). Amsterdam: Elsevier, 1992.

Dixon, P. B.; Parmenter, B. R.; Powell, Sutton, J.; Vincent, D. P. ORANI: a multisectoral model of the Australasian economy. North Holland, 1997.

Diniz, C. C. A nova configuração urbano-industrial no Brasil. In: Kon, A. (org.), Unidade e fragmentação: a questão regional no Brasil. São Paulo: Editora Perspectiva, 2002.

Domingues, E. P Dimensão regional e setorial da integração brasileira na área de livre

comércio das Américas. 2002. Tese (Doutorado), apresentada ao IPE/USP, São Paulo.

Haddad, E. A. (coord.), B-MARIA-27: an insterstate CGE model for Brazil. Research memo, FIPE: São Paulo, SP, 2003.

Haddad, E. A.; Azzoni, C. R.; Domingues, E. P.; Perobelli, F. S. Contas estaduais e matriz interestadual de insumo-produto para o Brasil. Economia Aplicada, v. 6, n. 4, p. 875-895, out/dez. 2002.

Haddad, E. A.; Domingues, E. P; Perobelli, F. S. Regional effects of economic integration:

the case of Brazil. Journal of Policy Modeling 24, p. 453-482, 2002.

Haddad, E. A.; Domingues, E. P. EFES – um modelo aplicado de equilíbrio geral para

a economia brasileira: projeções setoriais para 1999-2004. Estudos Econômicos, v. 31, n. 1, p 89-125, jan/mar. 2001.

Haddad, E. A.; Hewings, G. J. D. Linkages and interdependence in the Brazilian economy: an evaluation of the interregional input-output system, 1985. Urbana: University of Illinois at Urbana-Champaign, Regional Economics Laboratory. Discussion Paper, 1998.

Haddad, E. A.; Hewings, G. J. D. The theoretical specification of B-MARIA. Discussion Paper REAL 97-T-5, Regional Economics Applications Laboratory, University of Illinois at Urbana-

Champaign, 1997.

Haddad, E. A. Regional inequality and structural changes. Lessons from the Brazilian

experience. Ashgate, 1999.

Harrison, W. J.; Horridge, J. M.; Pearson, K. R. Decomposing simulation results with

respect to exogenous shocks. Preliminary Working Paper. N. IP-73. Centre of Policy

Studies and Impact Project, 1999.

Harrison, W. J.; Pearson, K. R. Computing solutions for large general equilibrium models

using GEMPACK. Preliminary Working Paper n. IP-64, IMPACT Project, Clayton: Monash University, 1994.

Harrison, W. J.; Pearson, K. R. An introduction to GEMPACK. GEMPACK user documentation GPD-1 (3rd ed). IMPACT Project and KPSOFT, September 1999.

Hulu, E. A.; Hewings, G. J. D. The development and use of interregional inputoutput

models for Indonesia under conditions of limited information. Review of Economic Studies, 5, 1993.

IBGE. Contas nacionais do Brasil: 1985-2001. Rio de Janeiro: Fundação IBGE, 2001.

IBGE. Regionalização das transações do setor público. Rio de Janeiro: Fundação IBGE, 2000.

IBGE. Matriz de insumo-produto para o Brasil. Rio de Janeiro: Fundação IBGE,

MDIC – Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio. Sistema Alice. Disponível

em: http://aliceweb.desenvolvimento.gov.br/, 2001.

Miller, R. E.; Blair, P. D. Input-output analysis: foundations and extensions. New Jersey: Prentice Hall, 1985.

Perobelli, F. S. Análise espacial das interações econômicas entre os estados brasileiros. 2004.

Tese (Doutorado), apresentada ao IPE/USP, São Paulo.

Perobelli, F. S.; Haddad, E. A. Brazilian interregional trade (1985-1996): an exploratory

data analysis. In: Anais do XXXI Encontro Nacional de Economia

(ANPEC). Porto Seguro, 2003a.

Perobelli, F. S.; Haddad, E. A. Interdependence among the Brazilian states: an input-output approach. In: 50th North American Meetings of the Regional Science Association International. Philadelphia, Pennsylvania. EUA, 2003b.

Peter, M. W.; Horridge, M.; Meagher, G. A.; Naqvi, F.; Parmenter, B. R. The theoretical

structure of MONASH-MRF. Preliminary working paper n. 85, COPS. Monash Universtity, April 1996.

Ramos, L. O. R. Matriz de insumo-produto Brasil. Brasília: IBGE. Série Relatórios Metodológicos, v. 18, 1997.

Shoven, J. B.; Whalley, J. Applying general equilibrium. Cambridge Universtity Press, 1992.

Todaro, M. Economic development. New York: Longman, 1994.

Downloads

Publicado

2006-12-01

Edição

Seção

Não definida