A crucialidade dos condicionantes internos: o desenvolvimento comparado das colônias temperadas inglesas entre 1850 e 1930

Autores

  • Cristina Fróes de Borja Reis Universidade Federal do Rio de Janeiro. Instituto de Economia
  • Fernanda Graziella Cardoso Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-41612009000200004

Palavras-chave:

sistema mundial, fatores internos, poder, desenvolvimento

Resumo

Fundamentado numa retomada histórico-analítica da trajetória socioeconômica da Austrália, do Canadá e da Argentina, o presente trabalho investiga por que tais países - que possuíam em comum o fato de serem colônias temperadas inglesas -, mesmo partindo de condições aparentemente muito semelhantes, atingiram resultados econômicos e sociais tão distintos. Apesar de partirem da noção das relações de poder características do Sistema Mundial naquele período, as autoras atribuem papel crucial aos condicionantes internos para a escolha da estratégia de crescimento e desenvolvimento econômicos e defendem que somente a partir de uma combinação analítica dos fatores externos e internos, bem como de suas interações, é possível entender por que determinadas estratégias foram adotadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Aitken, H. G. J. Defensive expansionism: the state and economic growth in Canada. In: Aitken, H. G. J. (Org.). The State and economic growth. Papers of a Conference Held on October 11-13, 1956, under the Auspices of the Committee on Economic Growth, 1959.

Bethell, L. História da América Latina de 1870 a 1930. São Paulo: Edusp, 2002. v. IV e V.

Butlin, N. G. Colonial socialism in Australia, 1860-1900. In: Aitken, H. G. J. (Org.). The State and economic growth. Papers of a Conference Held on October 11-13, 1956, under the Auspices of the Committee on Economic Growth, 1959.

Cano, W. Soberania e política econômica na América Latina. Editora UNESP, 2000.

Fausto , B.; Devoto , F. J. Brasil e Argentina – um ensaio de história comparada (1850-2002). 2. ed. São Paulo: Editora 34, 2004.

Fiori, J. L. Formação, expansão e limites do poder global. In: Fiori, J. L. (Org.). O poder americano. Petrópolis: Editora Vozes, 2004.

Fiori, J. L. De volta à questão da riqueza de algumas nações. In: Fiori, J. L. (Org.). Estados

e moedas no desenvolvimento das nações. Petrópolis: Editora Vozes, 1999.

Gilpin, R. The political economy of the international relations. Princeton: Princeton University Press, 1987.

Lewis, A. The theory of economic growth. London: Allen & Unwin, 1955.

Maddison, A. Monitoring the world economy 1820-1992, Paris, OECD, 1995.

Maddison, A. The world economy: historical statistics. Paris: OECD, 2004.

Meier, G. M. Economic development and the transfer mechanism: Canada, 1895-191. The Canadian Journal of Economics and Political Science, v. 19, n. 1, p. 1-19, Feb. 1953.

Mora n, Theodore H. The ‘development’ of Argentina and Australia: the radical

party of Argentina and the labor party of Australia in the process of economic and

political development. Comparative Politics, v. 3, n. 1, p. 71-92, Oct. 1970.

O´Connell, A. Argentina into the depression: problems of an open economy. In: Thorp, R. (Ed.). Latin America in the 1930s. Oxford: St Anthony's College, 1984.

O´Connell, A. O retorno da vulnerabilidade e as reflexões iniciais de Raúl Prebisch sobre

“el ciclo económico argentino”. Economia e Sociedade, Campinas, (16), p. 1-26, jun. 2001.

Prebisch, R. O desenvolvimento econômico latino-americano e alguns de seus principais problemas. In: Bielschowsky , R. (Ed.). Cinqüenta anos de pensamento da CEPAL. Rio de Janeiro: Record, 2000. v. 1.

Shaw, A. G. L. The economic development of Australia. London; New York: Longmans, Green and Co., 1944.

Solberg, E. Argentina y Canadá: una perspectiva comparada sobre su desarrollo económico, 1919-1939. Desarrollo Económico, v. 21, n. 82, 1981.

Sunkel, O. Desenvolvimento, subdesenvolvimento, dependência, marginalização e desigualdades espaciais: por um enfoque totalizante. In: Bielschowsky, R. (Ed.). Cinqüenta anos de pensamento da CEPAL. Rio de Janeiro: Record, 2000. v. 2.

Teichman, J. Businessmen and politics in the process of economic development:

Argentina and Canada. Canadian Journal of Political Science / Revue canadienne de science politique, v. 15, n. 1, p. 47-66, Mar. 1982.

Wright, C. Innovation, continuity and conservatism: Australian employers and changes in Labour Management, 1900-1950. UK-Australian Labour History Conference, Manchester, UK, July 16-18th, 2003.

Downloads

Publicado

2009-06-30

Edição

Seção

Não definida