Dinâmica da renda per capita, longevidade e educação nos municípios brasileiros

Autores

  • João Carlos Ramos Magalhães Universidade Católica de Brasília
  • Rogério Boueri Miranda Universidade Católica de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-41612009000300004

Palavras-chave:

desenvolvimento regional, clubes de convergência, dinâmica de distribuição, métodos não paramétricos

Resumo

Este trabalho analisa a dinâmica de distribuição da Renda Per Capita, da Taxa de Alfabetização, dos Anos de Estudo Concluídos e da Expectativa de Vida ao Nascer nos municípios brasileiros. A estimação de matrizes de transição revelou os padrões nacionais, regionais e intrarregionais de convergência no período entre 1970 e 2000. As várias mudanças na estrutura municipal brasileira demandaram o agrupamento dos municípios em Áreas Mínimas Comparáveis (AMC). As estimações revelaram dois resultados importantes: a) convergência para as variáveis ligadas à educação, mas convergência em clubes para a Renda Per Capita e Longevidade; b) o clube de baixa Renda Per Capita, formado pelas AMC do Norte e do Nordeste, apresentou apenas um terço da Renda Per Capita de longo prazo do clube de alta renda, formado pelas AMC do Sul, do Sudeste e do Centro-Oeste.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AZZONI, C. R. Economic growth and regional income inequality in Brazil. The

Annals of Regional Science, Alemanha, v. 35, n. 1, p. 133-152 , Feb. 2001.

AZZONI, C. R; MENEZES FILHO, N.; MENEZES, T. A.; SILVEIRA NETO, R. M.

Geography and income growth accross Brazilian states: evidence from cohort

data. Journal of Regional Science, 2004.

BARRO, R. Economic growth in a cross-section of countries. Quarterly Journal of

Economics, v. 106. p. 7-43, maio, 1991.

BARRO, R; Sala -i-Martin , X. Convergence. Journal of Political Economy, v. 100, n. 2, p. 223-251, 1992.

BARRO, R. Convergence across states and regions. Brookings Papers on Economic Activity,

n. 1, p. 107-158, 1991.

BECKER, G.; T. PHILIPSON, SOARES, R. The quantity and quality of life and the evolution of world inequality. National Bureau of Economic Research. Cambridge, MA, June 2003.

CASS, D. Optimum growth in an aggregative model of capital accumulation. Review

of Economic Studies, v. 32, n. 91, p. 233-240, July 1965.

FERREIRA, A. H. Concentração regional e dispersão das rendas per capita estaduais: um

comentário. Belo Horizonte: Cedeplar/UFMG, 1998.(Texto para Discussão,

n. 121)

FERREIRA, A. H; Diniz, C. C. Convergência entre rendas per capita estaduais no Brasil.

Revista de Economia Política, v. 15, n. 4, p. 38-56, 1995.

Ferreira , P. C.; Pessoa , s. The costs of education, longevity and the poverty

of nations. Ensaio Econômico de 2003, EPGE/RJ, 27 ago. 2003.

FRIEDMAN, M. Do old fallacies ever die? Journal of Economic Literature, v. 30, p.

-2132, 1992.

GONDIM, J. L. B.; Barreto, Flávio A.; Carvalho , José R.. Condicionantes

de clubes de convergência no Brasil. Estudos Econômicos, São Paulo, v. 37, n. 1,

p. 71-100, jan.-mar. 2007.

Hazan, M.; Zoabi , H. Longevity, fertility and economic growth. The Hebrew

University of Jerusalem, Sept. 2003.

KOOPMANS, T. C. On the concept of optimal economic growth. Pontificacia

Academia Scientiarum. The econometric approach to development planning. Amsterdam:

North-Holland, p. 225-287, 1965.

KROTH, D. C.; DIAS, J. A contribuição do crédito bancário e do capital humano

no crescimento econômico dos municípios brasileiros: uma avaliação em painéis

de dados dinâmicos. Anais do XXX IV Encontro Nacional de Economia da AN PEC

– Associação Nacional dos Centros de Pós Graduação em Economia, 2006.

Laurini , M. P.; Andrade , E. Clubes de convergência de renda para os municípios

brasileiros: uma análise não-paramétrica. Macroeconomia Aplicada, ANPEC,

jul. 2003.

MINCER, J. Schooling, experience, and earning. National Bureaus of Economic Research.

Columbia University Press, 1974.

MOSSI, M. et al. Growth dynamics and space in Brazil. International Regional Science

Review, London, v. 26, n. 3, 2003.

Pontual , E.; Porto Jr. S. Crescimento e convergência: uma análise empírica

para a região sul. Anais do Encontro de Economia da Região Sul, 2000.

Quah , D. Galton´s fallacy and the tests of the convergence hypothesis. Scandinavian

Journal of Economics, v. 95, p. 427-443, 1993a.

Quah , D. Empirical cross-section dynamics in economic growth. European Economic Review, North-Holland, n. 37, p. 426-434, 1993b.

RAMSEY, F. P. A mathematical theory of saving. Economic Journal, v. 38, n. 152, p. 543-559, Dec.1928.

SOARES, Rodrigo R. Health and the evolution of welfare across Brazilian municipalities.

NBER Working Paper 13087, Cambridge, May 2007.

SOLOW, R. M. A contribution to the theory of economic growth. Quarterly Journal

of Economics, v. 70, n. 1, p. 65-94, Feb. 1956.

SWAN, T. W. Economic growth and capital accumulation. Economic Record, v. 2, n. 63, p. 334-361, Nov. 1956.

VREYER, P.; Spielvogel , G. Spatial externalities between Brazilian municípios and their neighbours. Ibero-America Institute for Economic Research Discussion Papers, Georg-August-Universität Göttingen, n. 123, Oct. 2005.

Downloads

Publicado

2009-09-30

Edição

Seção

Não definida