Demanda mediana por serviços públicos e desempenho eleitoral: evidências do modelo do eleitor mediano para os municípios brasileiros

Autores

  • Rafael Terra de Menezes Fundação Getúlio Vargas. Escola de Economia de São Paulo
  • Carlos César Santejo Saiani Fundação Getúlio Vargas. Escola de Economia de São Paulo
  • Ana Carolina Pereira Zoghbi Fundação Getúlio Vargas. Escola de Economia de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-41612011000100002

Palavras-chave:

demanda por serviços públicos, eleitor mediano, reeleição, modelos de seleção

Resumo

O objetivo deste trabalho é testar empiricamente a validade do modelo do eleitor mediano para o caso brasileiro. O teste foi viabilizado pela possibilidade de reeleição, estabelecida em 1997 por meio da Emenda da Reeleição. Com informações municipais do Censo Populacional e do TSE para o ano de 2000, identificaram-se as cestas ofertadas por candidatos à reeleição como os gastos efetuados durante seus primeiros mandatos. Em seguida, estimou-se a demanda por serviços públicos locais. Relaxando a hipótese de informação perfeita dos candidatos em relação à demanda mediana, e impondo uma hipótese menos forte, de expectativas racionais, justificou-se a estimação de uma medida de erro de percepção dos candidatos à reeleição em relação à demanda mediana. Em seguida, estimou-se o impacto do módulo dessa medida sobre o desempenho eleitoral dos candidatos à reeleição usando modelos de seleção. O resultado obtido sugere que o modelo do eleitor mediano é válido para os municípios brasileiros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABENSUR, T. C.; CRIBARI-NETO, F.; MENEZES, T. A. Impactos do Programa Bolsa Família nos resultados das eleições presidenciais no Brasil em 2006. In: ENCONTRO NACIONAL DE ECONOMIA, 35, 2007, Recife. Anais… Recife: ANPEC, 2007.

BLACK, D. On the Rationale of Group Decision-making. The Journal of Political Economy, v. 56, n. 1, p. 23-34, Feb. 1948, BERGSTROM, T. C.; GOODMAN, R. P. Private demands for public goods. The American Economic Review, v. 63, n. 3. p. 280-296, June 1973.

BERGSTROM, T. C.; RUBINFELD, D. L.; SHAPIRO, P. Micro-based estimates of demand functions for local school expenditures. Econometrica, v. 50, n. 5, p. 1183-1205, Sept. 1982.

BORCHERDING, T. E.; DEACON, R. T. The demand for the services of nonfederal governments. The American Economic Review, v. 62, n. 5, p. 891-901, Dec. 1972.

BOWEN, H. The interpretation of voting in the allocation of economic resources,

Quarterly Journal of Economics, v. 58, n. 1, p. 27-48, Nov. 1943.

CANÊDO-PINHEIRO, M. Bolsa Família ou desempenho da economia? Determinantes

da reeleição de Lula em 2006. In: ENCONTRO NACIONAL DE ECONOMIA, 37, 2009, Salvador. Anais… Salvador: ANPEC, 2009.

DOI, T. Empirics of the median voter hypothesis in Japan. Empirical Economics, Springer, v. 24, p. 667-691, Apr. 1999.

DOWNS, A. An economic theory of democracy. New York: Harper, 1957.

EDGERTON, D.; JOCHUMZEN, P. Estimation in binary choice models with measurement errors. Department of Economics, Lund University, Working Papers Series n. 4, p. 1-64, Apr. 2003.

FEREJOHN, J. Incumbent performance and electoral control. Public Choice 50, p. 5-25, 1986.

FERRARI, S. L. P., CRIBARI-NETO, F. Beta regression for modelling rates and proportions.

Journal of Applied Statistics, v. 31, n. 1, p. 799-815, 2004.

GRAMLICH, E. M.; RUBINFELD, D. L. Micro estimates of public spending demand functions and tests of the Tiebout and median voter hypotheses. The Journal of Political Economy, v. 90, n. 3, p. 536-560, Jun. 1982.

HECKMAN, J. J. Sample selection bias as a specification error. Econometrica, v. 47, n. 1 p. 153-161, Jan. 1979.

INMAN, R. P. Testing political economy's 'as if' proposition: is the median income voter really decisive? Public Choice 33, n. 4, p. 45-65, 1978.

KIESCHNICK, R., MCCULLOUGH, B. D. Regression analysis of variates observed

on (0, 1): percentages, proportions and fractions. Statistical Modelling, v. 3, p. 193-213, 2003.

KING, G. A solution to the ecological inference problem: reconstructing individual

behavior from aggregated data. Princeton: Princeton University Press, 1997.

MENDES, C. C. A demanda por serviços públicos municipais no Brasil: a abordagem

do eleitor mediano revisitada. Tese (Doutorado em Economia) – Universidade

de Brasília (Unb), Brasília, 2005. 196 fls.

MENDES, C. C.; SOUSA, M. C. S. Estimando a demanda por serviços públicos nos municípios

brasileiros. Revista Brasileira de Economia, v. 60, n. 3, p. 281-296,

Jul-Set 2006.

MENDES, M. Federalismo fiscal e crescimento do governo: evidências eleitorais

para o Brasil. In: ENCONTRO NACIONAL DE ECONOMIA, 32, 2004, João

Pessoa. Anais… João Pessoa: ANPEC, 2004.

MENDES, M..; ROCHA, C. A. A. O que reelege um prefeito? Brasília: Consultoria Legislativa

do Senado Federal, Coordenação de Estudos, abr. 2007. (Textos para Discussão n. 7).

MENEGUIN, F. B.; BUGARIN, M. S. Reeleição e Política Fiscal: um Estudo dos

Efeitos nos Gastos Públicos, Economia Aplicada 5(3): 600-22, 2001.

MENEGUIN, F. B.; BUGARIN, M. S.; CARVALHO, A. X. O que leva um governante à reeleição? Brasília: IPEA, nov. 2005. (Texto para Discussão n. 1.135).

NAKAGUMA, M. Y.; BENDER, S. Impactos sobre ciclos políticos e performance fiscal

dos estados (1986-2002). In: ENCONTRO NACIONAL DE ECONOMIA,

, 2004, João Pessoa. Anais… João Pessoa: ANPEC, 2004.

PAOLINO, P. Maximum likelihood estimation of models with beta distributed dependent

variables. Political Analysis, v. 9, n. 4, p. 325-346, 2001.

PELTZMAN, S. Voters as fiscal conservatives. The Quarterly Journal of Economics,

v. 107, n. 2, p. 327-361, May 1992.

ROGOFF, K.; SILBERT, A. Elections and macroeconomic policy cycles. Review of

Economic Studies, v. 55, p. 1-16, 1988.

RUBINFELD, D. L.; SHAPIRO, P.; ROBERTS, J. Tiebout Bias and the demand

for local public schooling. The Review of Economics and Statistics, v. 69, n. 3,

p. 426-437, Aug 1987.

SAMUELSON, P. The pure theory of public expenditure.The Review of Economics

and Statistics, v. 36, n. 4, p. 387-389, Nov. 1954.

SANZ, I.; VELÁZQUEZ, F. J. Determinants of the composition of government expenditure by functions. European Economy Group Working Papers, n. 13, p. 1-27, Feb. 2002.

SHAPIRO, S. S.; FRANCIA, R. S. An approximate analysis of variance test for normality.

Journal of the American Statistical Association, v. 67, p. 215, 1972.

Downloads

Publicado

2011-03-30

Edição

Seção

Não definida