A era Meiji nos textos de Eça de Queirós

Autores

  • José Carvalho Vanzelli Hankuk University of Foreign Studies

DOI:

https://doi.org/10.11606/ej.v0i35.127677

Palavras-chave:

Japão, Eça de Queirós, Orientalismo Literário, Japonismo, Século XIX

Resumo

Embora seja mais conhecido como um dos principais romancistas lusófonos, Eça de Queirós (1845-1900) também foi um profícuo jornalista, escrevendo desde os anos 60 do século XIX até o final de sua vida em diversos periódicos portugueses, brasileiros e franceses. Apesar de nunca ter visitado o Japão, o autor de Os Maias dedicou alguns textos (ou partes de textos) à sociedade de Meiji. Neste trabalho intencionamos examinar como o afamado escritor português representou a “Terra do Sol Nascente” a seu público, verificando se existe um discurso consonante ou dissonante com a estética japonista que vigorou no fin-de-siècle europeu.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Carvalho Vanzelli, Hankuk University of Foreign Studies

Mestre em Letras, na área de Estudos Comparados de Literaturas de Línguas Portuguesa pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP) com a pesquisa “Eça de Queirós e o Extremo Oriente”. Graduado em Letras (Português- Japonês) pela Universidade de São Paulo (USP). Professor do Departamento de Estudos Brasileiros da Hankuk University of Foreign Studies (HUFS), Coreia do Sul.

Downloads

Publicado

2015-03-07

Como Citar

Vanzelli, J. C. (2015). A era Meiji nos textos de Eça de Queirós. Estudos Japoneses, (35), 27-43. https://doi.org/10.11606/ej.v0i35.127677

Edição

Seção

não definida