Hagiwara Sakutarô, Buddhist realism, and the establishment of japanese modern poetry

Autores

  • Roberto Pinheiro Machado Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Departamento de Letras Modernas

DOI:

https://doi.org/10.11606/ej.v0i35.127680

Palavras-chave:

Hagiwara Sakutarô, Poesia japonesa, Budismo, Modernidade, Filosofia

Resumo

Este artigo aborda a obra do poeta Hagiwara Sakutarô (1886-1942) a partir de uma perspectiva comparativa que engaja filosofia e literatura. A dimensão filosófica da poesia de Sakutarô é analisada por meio de uma leitura intertextual entre a obra do poeta japonês e a epistemologia budista presente nos textos em sânscrito dos filósofos Dignāga and Dharmakīrti (século V). Essa análise comparativa é efetuada sob a perspectiva da influência do naturalismo europeu no surgimento da poesia japonesa moderna. Demonstrando a possibilidade de um realismo budista que compartilha importantes características estéticas com o naturalismo, o artigo enfatiza a dimensão budista da poesia de Sakutarô, a qual se desvela apesar da rejeição ao budismo operada pelo próprio poeta como passo necessário para o estabelecimento da modernidade nas letras japonesas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roberto Pinheiro Machado, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Departamento de Letras Modernas

Professor do Setor de Japonês, Departamento de Letras Modernas (DLM), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Downloads

Publicado

2015-03-07

Como Citar

Machado, R. P. (2015). Hagiwara Sakutarô, Buddhist realism, and the establishment of japanese modern poetry. Estudos Japoneses, (35), 71-103. https://doi.org/10.11606/ej.v0i35.127680

Edição

Seção

não definida