Análise da relação família/escola entre descendentes de japoneses (1950-2000)

Autores

  • Hiromi Shibata Universidade Paulista

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2447-7125.v0i36p43-58

Palavras-chave:

Capital cultural, Capital social, Escolha da escola, Família e escola, Estratégias de escolarização de descendentes de japoneses

Resumo

Com base em estudos sobre capital cultural (BOURDIEU, 1979, 1998, 2007) e relação família e escola (ALMEIDA; NOGUEIRA, 2002; DUBET, 1997; NOGUEIRA; ROMANELLI; ZAGO, 2000; SINGLY, 1997, 2007), este artigo apresenta os resultados da pesquisa realizada entre os anos 2005 e 2008 sobre a natureza do fluxo da demanda de um estabelecimento de ensino privado da capital paulista, por um contingente numérico significativo de descendentes de japoneses, entre os anos 1950 e 1990. Por meio do cruzamento de contextos, buscou-se identificar os critérios que orientaram a escolha da escola, além de situar as famílias pesquisadas no conjunto das mudanças pelas quais passou a sociedade brasileira, no interior da qual a comunidade nikkey foi construindo suas formas de integração e de ascensão social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hiromi Shibata, Universidade Paulista

Docente do Curso de Pedagogia da Universidade Paulista (Unip).

Downloads

Publicado

2016-03-07

Como Citar

Shibata, H. (2016). Análise da relação família/escola entre descendentes de japoneses (1950-2000). Estudos Japoneses, (36), 43-58. https://doi.org/10.11606/issn.2447-7125.v0i36p43-58

Edição

Seção

não definida