As pesquisas em crenças no ensino aprendizagem de japonês como LE no Brasil

Autores

  • Yûki Mukai Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2447-7125.v0i36p147-161

Palavras-chave:

Pesquisas em crenças, Contexto brasileiro, Ensino-aprendizagem de japonês como língua estrangeira, Meta-análise qualitativa

Resumo

Este estudo tem como objetivo investigar e discutir o estado da arte sobre as pesquisas em crenças no ensino-aprendizagem de japonês como língua estrangeira (JLE) no Brasil, com enfoque em suas questões metodológicas. Para isso, foram compilados os trabalhos publicados e/ou realizados nessa área até o presente momento (novembro de 2015) e, em seguida, foi feita uma meta-análise qualitativa, estabelecendo seis categorias de análise, a saber: (1) modalidade de publicação, (2) autores/ano de publicação/instituição, (3) foco da pesquisa, (4) participantes da pesquisa, (5) método/natureza de pesquisa e (6) instrumentos de coleta de dados. Os resultados mostraram que a maioria das pesquisas em questão aborda crenças de alunos, utilizando o método qualitativo com a natureza de um estudo de caso interpretativo. Diante desse estado da arte, pode-se afirmar que serão igualmente importantes investigações sobre crenças de professores e de terceiros, pesquisas configuradas como uma pesquisa-ação ou um estudo de caso interventivo, bem como pesquisas com a abordagem quantitativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yûki Mukai, Universidade de Brasília

Professor Adjunto do Curso de Letras-Japonês da Universidade de Brasília.

Downloads

Publicado

2016-03-07

Como Citar

Mukai, Y. (2016). As pesquisas em crenças no ensino aprendizagem de japonês como LE no Brasil. Estudos Japoneses, (36), 147-161. https://doi.org/10.11606/issn.2447-7125.v0i36p147-161

Edição

Seção

não definida