O arcaico nos Mukashibanashi acerca dos casamentos entre seres diferentes (Irui Kon’In)

Autores

  • Márcia Hitomi Namekata Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2447-7125.v0i31p99-124

Palavras-chave:

mukashi banashi., esposa animal, esposa celestial, arcaico, casamento.

Resumo

Neste artigo pretendemos fazer uma apresentação das origens dos mukashi banashi acerca dos casamentos entre seres diferentes (irui kon ’in) que, de acordo com a própria denominação, configura uma união entre um ser humano e um ser não-humano - que pode ser um animal, um ente celestial ou, ainda, um espírito ou fantasma. À luz de estudos japoneses referentes às áreas de Etnologia e Folclore, e também de teóricos ocidentais, abordaremos a configuração arcaica de tais narrativas, com aplicação dos aspectos levantados no mukashi banashi Tsuru Nyôbô (A Esposa Grua).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Hitomi Namekata, Universidade Federal do Paraná

Docente da área de Língua e Literatura Japonesa da UFPR.

Downloads

Como Citar

Namekata, M. H. (2011). O arcaico nos Mukashibanashi acerca dos casamentos entre seres diferentes (Irui Kon’In). Estudos Japoneses, (31), 99-124. https://doi.org/10.11606/issn.2447-7125.v0i31p99-124

Edição

Seção

não definida