Experiência urbana e diferença geracional na formação da cultura popular japonesa

Autores

  • Ernani Oda

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2447-7125.v0i38p52-66

Palavras-chave:

Japão, Cultura japonesa, Cultura popular, Urbanização, Geração

Resumo

A popularidade da cultura popular japonesa (e.g. anime, manga) tem sido acompanhada de discursos essencialistas que retratam este fenômeno como reflexo de atributos supostamente imutáveis que teriam sido herdados desde tempos remotos. Embora este tipo de tese venha sendo corretamente criticada por diversos teóricos sociais, estes autores nem sempre oferecem esquemas teóricos alternativos. O objetivo deste trabalho é identificar elementos conceituais que contribuam para a formação de uma alternativa neste sentido. A partir da análise de uma corrente influente da sociologia da cultura no Japão, dois conceitos serão especialmente enfatizados: urbanização e diferença geracional. Estes dois conceitos permitem compreender de maneira mais clara a diversidade e a historicidade das condições sociais por trás da formação e transformação de diversos aspectos da cultura popular no Japão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ernani Oda

Possui graduação em Direito pela Universidade de São Paulo (2000), mestrado em Sociologia pela Kyoto University (2008) e doutorado em Sociologia pela Kyoto University (2013).

Downloads

Publicado

2017-08-09

Como Citar

Oda, E. (2017). Experiência urbana e diferença geracional na formação da cultura popular japonesa. Estudos Japoneses, (38), 52-66. https://doi.org/10.11606/issn.2447-7125.v0i38p52-66

Edição

Seção

Artigos