Imigração Japonesa para o Amazonas no Pós-Guerra sob a perspectiva dos hábitos alimentares: (1953-1967)

  • Linda Midori Tsuji Nishikido Universidade Federal do Amazonas. Faculdade de Letras. Departamento de Línguas e Literatura Estrangeira
Palavras-chave: imigração japonesa, Amazonas, hábitos alimentares, imigrantes

Resumo

Esta investigação visa reconstruir e reinterpretar a história da imigração japonesa para o Amazonas no pós-guerra, por meio dos hábitos alimentares, com enfoque para a Colônia Bela Vista e Colônia Efigênio de Salles, do período que compreende entre a retomada da imigração japonesa (1953) e a implantação da Zona Franca de Manaus (1967). Empregou-se como método a história oral, realizando as entrevistas como meio para coletar as informações. Como fundamentação teórica, adotou-se os preceitos de Jacks Le Goff que alça discussões sobre Memória e História, elementos norteadores da investigação. A importância da temática está atrelada ao fato de que alimentar-se para o ser humano não se resume apenas em saciar a fome, mas encontra-se carregada de simbologias que culminam na identificação de uma etnia. Nesse sentido, desenvolveu-se, por meio dos hábitos alimentares, aspectos relativos a sociedade e cultura dos imigrantes japoneses no Amazonas, estruturados nas práticas alimentares.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-12-08
Como Citar
Nishikido, L. (2018). Imigração Japonesa para o Amazonas no Pós-Guerra sob a perspectiva dos hábitos alimentares: (1953-1967). Estudos Japoneses, (40), 49-65. https://doi.org/10.11606/issn.2447-7125.v0i40p49-65
Seção
Artigos