Qualquer sílaba torta e seca feito um ramo (breve apresentação da poesia de Sakutarô Hagiwara)

Autores

  • Valdinei Dias Batista

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2447-7125.v0i20p105-129

Palavras-chave:

Poesia japonesa, poesia contemporânea, poesia e sociedade, tradução de poesia

Resumo

A proposta do artigo é apresentar uma série de traduções de poemas de Sakutarô Hagiwara para o Português, discutindo alguns aspectos dessa poética e da poéticajaponesa desse período, bem como a maneira pela qual aspectos sócio-políticoeconômicos determinaram - assim como o fizeram no Ocidente - os rumos da poesia japonesa de Taishô até hoje.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2000-04-10

Como Citar

Batista, V. D. (2000). Qualquer sílaba torta e seca feito um ramo (breve apresentação da poesia de Sakutarô Hagiwara). Estudos Japoneses, (20), 105-129. https://doi.org/10.11606/issn.2447-7125.v0i20p105-129

Edição

Seção

não definida