“El otro duelo”: violência e política em Jorge Luis Borges

Autores

  • Umberto Luiz Miele Universidade Federal do Paraná (UFPR)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2447-9748.v4i1p128-146

Palavras-chave:

Jorge Luis Borges, ficção, violência

Resumo

Ao comemorar 70 anos de vida, já consagrado e com uma obra culta e cosmopolita reconhecida mundialmente, o escritor argentino Jorge Luis Borges (1899-1936) retorna ao século XIX, aos conflitos que deram origem à nação argentina, e publica a sua obra mais violenta, a coletânea de contos El informe de Brodie (1970). A violência – seja ela física, psicológica ou cultural – transborda em suas onze narrativas e ganha protagonismo em “El otro duelo”, a mais contundente e brutal delas, na qual o autor retorna mais uma vez a um tema clássico: o duelo, o enfrentamento direto à faca ou a outras armas brancas. Nesse texto curto e cruel, Borges retorna também à oposição entre civilização e barbárie, ao embate entre um projeto nacional voltado para a Europa culta a partir dos centros urbanos e setores letrados, e à sua convivência conflituosa com uma tradição guerreira e conquista- dora, apoiada nos valores da coragem e da valentia pessoal, que tem na figura do gaúcho o indômito seu principal personagem. Embora contextualizado historicamente (a Argentina do século XIX), o conto permite uma leitura atualizada no momento de sua escrita (os conturbados anos 1960 e 1970). Ele transcende esses limites, pois a violência que “El otro duelo” retrata é aquela praticada desde a Conquista, na forma como espanhóis e portugueses ocuparam a América, repetindo procedimentos e estratégias de dominação treinados e praticados desde as Cruzadas e durante a expulsão dos mouros da Península Ibérica, que impregnam as relações sociais do continente desde então.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADAMOVSKY, Ezequiel.El gaucho indómito.Buenos Aires: Siglo Veintiuno Editores,2019.

ARRIGUCCI Jr, Davi. Borges ou do conto filosófico. Folha de S.Paulo,São Paulo,03 abril de 1996. Folha Especial, n.p

BORGES, Jorge Luis. Obras Completas:1923-1972.Buenos Aires: Emecé Editores, 1974

BORGES, Jorge Luis. . O informe de Brodie. São Paulo: Editora Globo, 2001.

DORFMAN, Ariel. Imanginación y violencia en America.Barcelona: Editora Anagrama, 1968.

GAMERRO, Carlos. Facundo o Martins Fierro. Los libros que inventaram la Argentina. Buenos Aires: Sudamericana, 2015.

GINZBURG, Jaime. Crítica em tempos de violência.São Paulo: Edusp. 2017.

LACLAU, Ernesto. Populismo: ¿Que hay en el nombre?. In: ARFUCH, Leonor. Pensar este tiempo –espacios, afectos, pertinências.Buenos Aires: Prometeo Libros, 2014.

LLOSA, Mario Vargas. A guerra do fim do mundo. Rio de Janeiro: Alfaguara, 2016.

PIGLIA, Ricardo. Ideologia y ficción en Borges.Revista de Cultura. Buenos Aires, ano 2, n.5, 1979.

SARLO, Beatriz. A paixão e a exceção: Borges, Eva Perón, Montoneros.São Paulo: Editora UFMG/Cia das Letras,2005.

SARLO, Beatriz. . Borges, um escritor em las orillas.Buenos Aires: Editora Seix Barral,2007.

WEFFORT, Francisco C. Espada, cobiça e fé: As origens do Brasil.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012.

Downloads

Publicado

2020-11-24

Como Citar

Miele, U. L. (2020). “El otro duelo”: violência e política em Jorge Luis Borges. Revista Entrecaminos, 4(1), 128-146. https://doi.org/10.11606/issn.2447-9748.v4i1p128-146

Edição

Seção

ÉPICAS NARRATIVAS