Construções coletivas em educação do campo inclusiva: reflexões sobre uma experiência na formação de professores

Autores

  • Juliana Crespo Lopes Universidade de Brasília
  • Lucia Helena Cavasin Zabotto Pulino Universidade de Brasília
  • Mariana Barbato Universidade de Brasília
  • Regina Lucia Sucupira Pedroza Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1517-97022016144743

Resumo

A educação do campo é resultado de um processo de transformação de valores e práticas na sociedade civil na forma de política do movimento social do campo. Neste artigo, exploramos a proposta de uma educação do campo inclusiva através de uma pesquisa realizada em um curso de formação de professores sobre o tema. A educação do campo se apresenta como um espaço aberto para trabalhar ideias sobre educação inclusiva, uma vez que pauta suas práticas em uma educação que saia dos moldes tradicionais e que valorize os sujeitos envolvidos. O trabalho de formação de professores realizado foi pautado em práticas reflexivas sobre o tema, em quatro encontros para uma pesquisa de mestrado de uma das autoras. Para este artigo, optamos por analisar as discussões e falas que emergiram durante o segundo encontro, uma vez que este foi o início do processo de construção de um espaço reflexivo aberto a possibilidades. A reflexão de futuros educadores sobre as questões com as quais irão lidar em sala de aula apareceu como um ponto bastante interessante para que seja realizada uma construção coletiva em cursos de licenciatura em educação do campo e se elabore uma possibilidade real e contextualizada de uma educação do campo inclusiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-09-01

Como Citar

Lopes, J. C., Pulino, L. H. C. Z., Barbato, M., & Pedroza, R. L. S. (2016). Construções coletivas em educação do campo inclusiva: reflexões sobre uma experiência na formação de professores . Educação E Pesquisa, 42(3), 607-623. https://doi.org/10.1590/S1517-97022016144743

Edição

Seção

Artigos