Formação docente: percepções de professores ingressantes na rede municipal de ensino do Rio de Janeiro

Autores

  • Maria das Graças C. de Arruda Nascimento Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Rosemary F. dos Reis Escola EDEM

DOI:

https://doi.org/10.1590/s1517-9702201701150846

Resumo

Este artigo tem como objetivo discutir os significados atribuídos por professores recém-ingressados na profissão sobre suas experiências de formação inicial e continuada. Tem como referência alguns dados construídos na pesquisa “O trabalho docente e a aprendizagem da profissão nos primeiros anos da carreira”, que investigou como professores que ingressaram na rede pública de ensino do Rio de Janeiro entre os anos de 2010 e 2012 vivem o trabalho docente e o processo de socialização profissional. Teve como principais interlocutores autores que têm estudado o trabalho docente e a formação de professores (Gatti e Nunes, André, Nóvoa, Zeichner, Tardif, Tedesco e Fanfani). Os sujeitos da pesquisa foram professores dos anos iniciais do ensino fundamental. Os instrumentos para a coleta de dados foram uma entrevista com representante do nível central, questionários e grupos de discussão com os professores. A análise dos dados evidenciou uma avaliação positiva da formação inicial no que se refere às oportunidades de reflexão sobre diferentes aspectos da realidade educacional e de participação em atividades de pesquisa / extensão e nos estágios supervisionados. Contudo, os professores evidenciaram também a desconexão entre os conhecimentos acadêmicos e a dimensão prática da formação docente. Constatou-se ainda a ausência de uma política pública voltada para acolher os professores que começam na profissão, bem como de iniciativas de formação em serviço que possam oferecer a esses professores condições propícias, favoráveis e adequadas às suas necessidades no início de carreira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2017-03-01

Como Citar

Nascimento, M. das G. C. de A., & Reis, R. F. dos. (2017). Formação docente: percepções de professores ingressantes na rede municipal de ensino do Rio de Janeiro . Educação E Pesquisa, 43(1), 49-64. https://doi.org/10.1590/s1517-9702201701150846

Edição

Seção

Artigos