Por uma sociologia dos etnométodos para compreender o mundo da educação: contribuições de Alain Coulon

Autores

  • Marilia Pontes Sposito Universidade de São Paulo
  • Belmira Oliveira Bueno Universidade de São Paulo
  • Ana Maria Freitas Teixeira Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.1590/s1517-97022017430400201

Palavras-chave:

Etnometodologia, Estudantes universitários, Afiliação, Sociologia francesa

Resumo

O texto apresenta entrevista com Alain Coulon, pesquisador francês responsável pelo desenvolvimento dos estudos em etnometodologia aplicados à educação na sociologia francesa. O caráter inovador de sua linha de investigação, inspirada nas formulações de Garfinkel e Cicourel, permitiu um conjunto de pesquisas sobre os estudantes universitários em momento de transformação do ensino superior francês. A partir dos anos 1980, a universidade francesa sofreu processo intenso de abertura de oportunidades de acesso, reunindo um público amplo e heterogêneo de estudantes que demandava novas abordagens para a compreensão de sua experiência acadêmica. Esse universo de investigação eleito por Alain Coulon constituiu o material empírico que permitiu ao autor a produção não só de novas metodologias de pesquisa como a formulação de novas categorias de análise, elucidativas dessas novas realidades. Dentre elas destaca-se a ideia de afiliação. Sua influência teórica disseminou-se por vários países, mediante tradução de seus principais trabalhos para o alemão, inglês, japonês, dentre outros idiomas. No Brasil, seu diálogo com pesquisadores ofereceu apoio à criação de observatórios da vida estudantil em diferentes universidades, bem como ações sistematizadas de afiliação e sucesso acadêmico, revelando-se um caminho promissor para a pesquisa. Diante da expansão recente do ensino superior brasileiro, sobretudo a partir das políticas afirmativas, os desafios para a pesquisa são significativos e podem ser enfrentados de maneira mais densa se forem fortalecidos os diálogos com pesquisadores que se voltaram para a compreensão dessas novas realidades, tendo em vista a superação das desigualdades estruturais e persistentes que configuram historicamente a universidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-12-01

Como Citar

Sposito, M. P., Bueno, B. O., & Teixeira, A. M. F. (2017). Por uma sociologia dos etnométodos para compreender o mundo da educação: contribuições de Alain Coulon. Educação E Pesquisa, 43(4), 1253-1268. https://doi.org/10.1590/s1517-97022017430400201

Edição

Seção

Entrevista