Uma análise da antropologia da educação nas Reuniões Brasileiras de Antropologia (2000-2020)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1678-4634202147224182%20

Palavras-chave:

Antropologia da educação, Campo acadêmico, História da antropologia, Antropologia brasileira, Reunião Brasileira de Antropologia

Resumo

O campo da antropologia da educação está em processo de consolidação no Brasil, tendo se expandido nos últimos anos consideravelmente. Neste artigo, realizo uma análise da antropologia da educação no Brasil a partir das atividades desenvolvidas nas últimas Reuniões Brasileiras de Antropologia (2000-2020). Aponto para a presença de atividades relacionadas à educação em todas as edições do período analisado, percebendo-se certa clivagem em termos de temática: por um lado aquelas vinculadas às questões do ensino de antropologia e à formação de antropólogos, por outro, aquelas vinculadas a uma discussão mais ampla acerca da antropologia das práticas educativas. Essa divisão reflete, em certa medida, as diferentes agendas de pesquisa que os antropólogos da educação têm. No caso daqueles vinculados institucionalmente aos Departamentos de Antropologia/Ciências Sociais, observa-se maior preocupação com o tema do ensino de antropologia e a formação de antropólogos/cientistas sociais, ao passo que aqueles vinculados às Faculdades de Educação aproximam-se mais de uma discussão a respeito dos espaços de aprendizagem, com destaque para as pesquisas etnográficas em contexto escolar. Busco captar a forma como os agentes mobilizam-se na formação da antropologia da educação no Brasil e de como isso releva tensões e disputas envolvendo principalmente a fragmentação institucional desse campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-12-07

Como Citar

Oliveira, A. . (2021). Uma análise da antropologia da educação nas Reuniões Brasileiras de Antropologia (2000-2020). Educação E Pesquisa, 47, 1-15. https://doi.org/10.1590/S1678-4634202147224182

Edição

Seção

Artigos