Proposições do Banco Mundial para a política educacional brasileira (2016-2018)

Autores

  • Dhyovana Guerra Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Ireni Marilene Zago Figueiredo Universidade Estadual do Oeste do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1678-4634202147231359%20%20

Palavras-chave:

Política educacional brasileira, Banco Mundial, Neoliberalismo, Pobreza

Resumo

O presente artigo tem por objetivo discutir as proposições do Banco Mundial para a Política Educacional brasileira entre os anos 2016 e 2018. Para tanto, são discutidos excertos de quatro documentos emanados do Banco Mundial (2016, 2017a, 2017b, 2018), um Organismo Internacional que atua na concessão de empréstimos e oferece assessoria técnica aos países membros, assim como desempenha uma função expressiva na produção intelectual, por meio da elaboração de um conjunto de documentos que subsidiam a implementação das políticas educacionais. No estudo realizado constata-se a ênfase do Banco Mundial na reforma do Estado e da educação, cujo atendimento das necessidades educacionais básicas é considerado como uma das variáveis fundamentais para administrar os níveis de pobreza. Por meio da educação, que promoveria a aquisição de habilidades e competências durante a formação escolar, seria possível conseguir emprego e, consequentemente, obter renda para redução da pobreza. Ao que tudo indica, a educação, nos quatro documentos do Banco Mundial analisados, é concebida como elemento central para o alívio dos efeitos da pobreza e para promoção da equidade. A educação também é apontada como uma das responsáveis pela ineficiência dos gastos públicos no Brasil, o que tende a expressar um alinhamento ao projeto neoliberal de sociedade, a partir da década de 1990.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-07-28

Como Citar

Guerra, D. ., & Figueiredo, I. M. Z. . (2021). Proposições do Banco Mundial para a política educacional brasileira (2016-2018). Educação E Pesquisa, 47, e231359. https://doi.org/10.1590/S1678-4634202147231359

Edição

Seção

Artigos