Concepções de justiça escolar em documentos do PNUD e da UNESCO

Autores

  • Maria José de Rezende Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1678-4634202147238594%20

Palavras-chave:

Direito à educação, Direitos humanos, Escola justa, Justiça social

Resumo

Ao lerem-se os documentos do PNUD e UNESCO, que compõem o sistema das Nações Unidas, percebem-se modelos prospectivos - sobre justiça, escola justa, justiça escolar – que têm conectividade com uma vasta literatura acadêmica sobre educação e direitos humanos e educação e justiça social. Esta é uma pesquisa documental que busca averiguar de que modo os documentos intitulados Relatórios de Monitoramento da Educação para Todos da UNESCO (REPTs) e Relatórios do Desenvolvimento Humano (RDHs) procuram, no limiar do século XXI, atestar a eficácia da educação e da escola como promotoras da inclusão social, econômica e política dos indivíduos. As suas prescrições são feitas aos Estados, às organizações da sociedade civil e às lideranças políticas comprometidas com uma educação mais justa e democrática. Ressaltou-se, no decorrer da análise, que os diagnósticos e as prescrições, presentes nos respectivos documentos, por visarem a alcançar espaços territoriais e contextos sociais e políticos expressivamente amplos não se atêm, suficientemente, aos processos conflitivos que podem, em condições sociais, políticas e educacionais específicas, impossibilitar a ampliação da justiça, de modo geral, e da justiça escolar, de modo particular. Em razão da diversificada natureza dos prognósticos presentes nesses relatórios, não é possível, aos seus formuladores, atentar para as singularidades das diversas sociedades como um espaço de inúmeros conflitos que tendem a ampliar as dificuldades de avanços substantivos rumo a uma crescente justiça escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-08-16

Como Citar

Rezende, M. J. de . (2021). Concepções de justiça escolar em documentos do PNUD e da UNESCO. Educação E Pesquisa, 47, 1-19. https://doi.org/10.1590/S1678-4634202147238594

Edição

Seção

SEÇÃO TEMÁTICA: JUSTIÇA E EDUCAÇÃO: UM DEBATE NECESSÁRIO