O enigma da inclusão: das intenções às práticas pedagógicas

  • Maria Elisa Caputo Ferreira Universidade Federal de Juiz de Fora
Palavras-chave: Educação, Educação especial, Deficiência, Inclusão

Resumo

Essa pesquisa buscou tecer uma rede, utilizando teorias e vivências, com o propósito de formular conhecimentos a respeito da inclusão escolar. Sob a égide da abordagem qualitativa e a partir da fundamentação no/do cotidiano, a investigação teve seu foco direcionado para um Centro de Atenção Integral à Criança - CAIC - na cidade de Juiz de Fora-MG, durante todo um ano letivo. O objetivo dessa investigação foi verificar os procedimentos adotados, adaptados ou transformados pela Instituição ao buscar inserir crianças e adolescentes com deficiência no ensino regular. Foram feitas observações em diferentes momentos: entrada, recreio e saída dos alunos; em vários ambientes: salas de aula, salas dos professores, pátio; em diversas ocasiões: aula, conselhos de classe, reuniões pedagógicas e festas em datas comemorativas. Também foram realizadas 34 entrevistas com o quadro docente, administrativo, técnico e alguns estudantes diretamente envolvidos no estudo e suas mães. Acompanhou-se o dia-a-dia de sete alunos com deficiência em turmas de Educação Infantil e Ensino Fundamental. A pesquisa possibilitou concluir que trabalhar, inovar e ousar implementar uma educação inclusiva, que atenda a todos os alunos, com e sem deficiência, indistintamente, no ensino regular não é missão impossível, mas desafio superável. É uma questão de pensar e querer, pensar e fazer uma escola que inspire a troca entre os alunos, confronte formas desiguais de pensamento e de estilo de vida, busque metodologias interativas e faça do reconhecimento das diversidades estratégias para uma nova aprendizagem, enfim, uma escola que reconheça as diferenças e, respeitando-as, com elas conviva.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2007-12-01
Como Citar
Ferreira, M. (2007). O enigma da inclusão: das intenções às práticas pedagógicas . Educação E Pesquisa, 33(3), 543-560. https://doi.org/10.1590/S1517-97022007000300011
Seção
Artigos