Um ensaio sobre burnout, engagement e estratégias de coping na profissão docente

  • Margarida Pocinho Universidade da Madeira
  • Célia Xavier Perestrelo Universidade da Madeira
Palavras-chave: burnout, engagement, coping, Professores

Resumo

Investigadores, um pouco por todo o mundo, começaram a preocupar-se com o fenómeno do burnout, ao identificarem este sintoma essencialmente nas profissões que envolviam uma relação assistencial ou de ajuda, como o caso dos médicos, enfermeiros e psicólogos. Contudo, não tardou que se percebesse que este fenómeno pudesse também estar presente na profissão docente de uma forma muito significativa. A docência é, na atualidade, uma das profissões mais sujeitas a altos níveis de stresse, podendo levar ao burnout, caso se torne recorrente. Muitos docentes conseguem adaptar-se e reagir de uma forma funcional perante as dificuldades próprias da profissão, tornando-se profissionais engaged, ou seja, enquanto alguns professores vivenciam as dimensões negativas do burnout (exaustão emocional, despersonalização e perda de realização profissional), outros experienciam as três dimensões positivas do engagement(vigor, dedicação e absorção profissional). Com a entrada da chamada "psicologia positiva", surge uma nova perspectiva de estudo que procura respostas para determinadas formas de envolvimento profissional. Assim, apesar do fenómeno do engagement ainda não estar muito estudado, encontrar professores engagedcom a sua profissão também é uma realidade presente em muitos países. O recurso a estratégias de coping é uma forma de lidar com as dificuldades inerentes ao exercício da profissão docente. Logo, é importante perceber de que forma a utilização de determinado tipo de estratégia decoping poderá conduzir ao burnoutou, preferencialmente, ao engagement.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-12-01
Como Citar
Pocinho, M., & Perestrelo, C. (2011). Um ensaio sobre burnout, engagement e estratégias de coping na profissão docente . Educação E Pesquisa, 37(3), 513-528. https://doi.org/10.1590/S1517-97022011000300005
Seção
Artigos