As representações do movimento de Stonewall nos Estados Unidos (1969)

“Stonewall - A Luta Pelo Direito de Amar” (1995) e “Stonewall: Onde o Orgulho Começou” (2015)

Autores

  • Thaís Cattani Perroni Universidade Federal do Paraná
  • Eleonora Beatriz Ramina Apolinário Universidade Federal do Paraná
  • Mariana Mehl Gralak Universidade Federal do Paraná
  • Giulia Aniceski Manfredini Universidade Federal do Paraná
  • Mayume Christine Minatogawa Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-8855.v7i7p97-108

Palavras-chave:

Historia e Cinema, Stonewall, Memória, Movimentos Sociais

Resumo

O início da história da luta por direitos da comunidade LGBT, por vezes, é atribuído às manifestações contra a invasão do bar Stonewall Inn, no episódio que ficou conhecido como “rebelião de Stonewall”. O presente artigo objetiva pensar como se deu a construção da memória sobre o movimento de Stonewall ocorrido na cidade Nova Iorque, em 1969. Além disso, buscamos analisar de que maneira a experiência LGBT estadunidense é representada no cinema. Dessa forma, abordamos o contexto dos Estados Unidos da época, bem como o que foram os protestos de Stonewall e seu impacto para a comunidade LGBT. A questão da memória foi pensada a partir de fontes audiovisuais, com dois longa-metragens, “Stonewall - A Luta pelo Direito de Amar” (1995) e “Stonewall: Onde o Orgulho Começou” (2015), que tiveram diferentes recepções pelo público. Abordamos como esses dois filmes, apesar de tratarem do mesmo ocorrido, possuem narrativas e leituras diferentes sobre a rebelião de Stonewall.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-08-28

Como Citar

Perroni, T. C., Apolinário, E. B. R., Gralak, M. M., Manfredini, G. A., & Minatogawa, M. C. (2019). As representações do movimento de Stonewall nos Estados Unidos (1969): “Stonewall - A Luta Pelo Direito de Amar” (1995) e “Stonewall: Onde o Orgulho Começou” (2015). Epígrafe, 7(7), 97-108. https://doi.org/10.11606/issn.2318-8855.v7i7p97-108

Edição

Seção

Artigos