As Cruzadas e as apropriações contemporâneas da Idade Média (2001 - 2020)

Autores

  • Eric Cyon Rodrigues Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-8855.v10i2p296-329

Palavras-chave:

Apropriações contemporâneas, América, Choque de civilizações, Cruzadas

Resumo

Após os Ataques de 11 de setembro de 2001, os Estados Unidos iniciaram uma campanha militar de guerra ao terrorismo. Nesse contexto, os conceitos de “choque de civilizações”, cunhado pelo cientista político Samuel Huntington, e o de “cruzadas” se tornaram muito frequentes nos debates políticos e na imprensa. Essas ideias foram apropriadas para definir a natureza dos conflitos entre as nações e o terrorismo. Uma década mais tarde, com a ascensão da extrema-direita brasileira, apropriações semelhantes foram feitas no Brasil. O objetivo deste artigo é analisar como as cruzadas, ocorridas na Idade Média, foram apropriadas para atender agendas políticas no século XXI. Para isso, utilizaremos artigos de imprensa, discursos de dirigentes políticos e produções audiovisuais (documentário e podcast). Através desse material, será possível observar como as relações entre os cristãos e os muçulmanos no período medieval foram retratadas, tanto em discursos políticos quanto em opiniões na imprensa e na internet, de forma a tentar demonstrar como as supostas civilizações Ocidental e Islâmica inevitavelmente se confrontariam por conta de suas diferentes culturas. Portanto, de acordo com essas apropriações, as cruzadas seriam apenas o início dessa guerra secular, enquanto a Guerra ao Terrorismo seria apenas outro episódio que demonstraria a impossibilidade dessas civilizações conviverem em paz.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eric Cyon Rodrigues, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Graduando em História na Universidade de São Paulo (USP), membro do Laboratório de Estudos Medievais (LEME-USP). Atualmente, desenvolve uma pesquisa de Iniciação Científica, sob orientação do Prof. Marcelo Cândido da Silva (DH-FFLCH/USP), e com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

Referências

Fontes primárias:

GARAND, Monique-Cécile. Geste de Dieu par les francs: Histoire de la Première Croisade. Turnhout: Brepols, 1998.

Obras, artigos e teses:

ASBRIDGE, Thomas. The First Crusade. A New History. Londres: Free Press, 2005.

CARLISLE, Rodney P. The Encyclopedia of Politics: The Left and the Right. Volume 2: The Right. Califórnia: Sage Publications, 2005.

CARVALHO, Roldão Pires; ROVIDA, Mara. Os Movimentos Milenaristas Modernos. Uma Análise Sobre o Discurso da Propaganda Ideológica. In: XXIII Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sudeste. Belo Horizonte: Intercom, 2018, p.1-13.

FALCONIERI, Tommaso di Carpegna. Médiéval et militant. Penser le contemporain à travers le Moyen Âge. Paris: Publications de la Sorbonne, 2015.

FLORI, Jean. Guerra Santa. Formação da ideia de cruzada no Ocidente. Campinas: Editora Unicamp, 2013.

HILLENBRAND, Carole. The crusades. Islamic Perspectives. Nova Iorque: Routledge, 1999.

HUNTINGTON, Samuel. O choque de civilizações e a recomposição da ordem mundial. Rio de Janeiro: Objetiva, 1997.

MADDEN, Thomas F.. The concise history of the crusades. Nova Iorque: Rowman & Littlefield, 2014.

MERVIN, Sabrina. Histoire de l’Islam: Fondements et doctrines. Paris: Flammarion, 2010.

POWER, Daniel. Who Went on the Albigensian Crusade? English Historical Review, v. 128, p.1047-1085, 2013.

TUSICISNY, Andrej. Civilizational Conflicts: More Frequent, Longer, and Bloodier? Journal of Peace Research, v. 41, n. 4, p. 485-498, 2014.

TYERMAN, Christopher. The debate on the crusades. Manchester: Manchester University Press, 2011.

TYERMAN, Christopher. The Crusades. A Very Short Introduction. Oxford: Oxford University Press, 2004.

TYERMAN, Christopher. The invention of the crusades. Nova Iorque: Palgrave Macmillan, 1998.

Imagens:

Imagem 1: Referência às cruzadas no contexto da Guerra ao Terror. Imagem disponível em: https://www.think.cz/english/conspiracies/countdown-to-armegeddon. Acesso em: 17 de jun. de 2020.

Artigos de imprensa:

ACHARYA, Amitav. Clash of Civilizations? No, of National Interests and Principles. The New York Times, 2002. Disponível em: https://www.nytimes.com/2002/01/10/opinion/IHT-clash-of-civilizationsno-of-national-interests-and-principles.html. Acesso em: 17 de jun. de 2020.

FILHO, João. Todos nessa foto prometeram jamais receber dinheiro do governo. A maioria recebeu. The Intercept Brasil, 2020. Disponível em: https://theintercept.com/2020/03/01/allan-terca-livre-governo-bolsonaro. Acesso em: 17 de jun. de 2020.

FRIEDMAN, Thomas L.. Smoking Or Non-Smoking? The New York Times, 2001. Disponível em: https://www.nytimes.com/2001/09/14/opinion/foreign-affairs-smoking-or-non-smoking.html. Acesso em: 17 de jun. de 2020.

FUCS, José. A ‘máquina’ barulhenta da direita na internet. Estadão, 2017. Disponível em: https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,a-maquina-barulhenta-da-direita-na-internet,70001714254. Acesso em: 17 de jun. de 2020.

LEARS, Jackson. How a War Became a Crusade. The New York Times, 2003. Disponível em: https://www.nytimes.com/2003/03/11/opinion/how-a-war-became-a-crusade.html. Acesso em: 17 de jun. de 2020.

PACHÁ, Paulo H. C.. Why the brazilian far right loves the european Middle Ages. Pacific Standard, 2019. Disponível em: https://psmag.com/ideas/why-the-brazilian-far-right-is-obsessed-with-the-crusades. Acesso em: 05 de fev. de 2021.

PETERS, Ralph. The longest struggle; The West vs. The Middle East. New York Post, 2003. Disponível em: https://nypost.com/2003/10/19/the-longest-struggle-the-west-vs-the-middle-east. Acesso em: 17 de jun. de 2020.

OLIVEIRA, Rafael; RUDNITZKI, Ethel. Deus vult: uma velha expressão na boca da extrema direita. El País Brasil, 2019. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/04/30/politica/1556658788_493763.html. Acesso em: 17 de jun. de 2020.

ORIN, Deborah. Bush vows to win the war. New York Post, 2001. Disponível em: https://nypost.com/2001/09/13/bush-vows-to-win-the-war. Acesso em: 17 de jun. de 2020.

SACHS, Susan. A Nation Challenged: Jihad Message; Bin Laden Letter Calls Upon Pakistanis to Defend Islam. The New York Times, 2001. Disponível em: https://www.nytimes.com/2001/11/02/world/nation-challenged-jihad-message-bin-laden-letter-calls-upon-pakistanis-defend.html. Acesso em: 17 de jun. de 2020.

SEN, Amartya. A World Not Neatly Divided. The New York Times, 2001. Disponível em: https://www.nytimes.com/2001/11/23/opinion/a-world-not-neatly-divided.html. Acesso em: 17 de jun. de 2020.

VINOCUR, John. Taboos Are Put to Test in West’s View of Islam. The New York Times, 2001. Disponível em: https://www.nytimes.com/2001/10/09/news/taboos-are-put-to-test-in-wests-view-of-islam.html. Acesso em: 17 de jun. de 2020.

VINOCUR, John. The New World Order Is a Clash of Civilization. The New York Times, 2001. Disponível em: https://www.nytimes.com/2001/09/13/news/the-new-world-order-is-a-clash-of-civilizations.html. Acesso em: 17 de jun. de 2020.

Documentário “Brasil – A Última Cruzada”:

Episódio 1, disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=TkOlAKE7xqY. Acesso em: 17 de jun. de 2020.

Episódio 2, disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=svViHH8IBVg. Acesso em: 17 de jun. de 2020.

Podcast “Guten Morgen 74: Deus Vult – Como as Cruzadas salvaram o mundo”:

Disponível em: https://sensoincomum.org/2019/04/05/guten-morgen-74-deus-vult-cruzadas-salvaram-mundo. Acesso em: 17 de jun. de 2020.

Arquivo digital de jornais Newspaper:

Disponível em: https://www.newspapers.com. Acesso em: 7 de jun. de 2020.

Downloads

Publicado

2021-07-13

Como Citar

Rodrigues, E. C. (2021). As Cruzadas e as apropriações contemporâneas da Idade Média (2001 - 2020). Epígrafe, 10(2), 296-329. https://doi.org/10.11606/issn.2318-8855.v10i2p296-329

Edição

Seção

Artigos