Futebol e identidade na Guerra Civil Iugoslava

Autores

  • Eduardo Barboza Cotrim Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-8855.v10i2p60-88

Palavras-chave:

Futebol, Guerra, Identidade, Iugoslávia, Política, Simbolismo

Resumo

No mundo contemporâneo é comum ouvirmos que futebol e política não se misturam, o código de ética da FIFA atesta que todos sob sua administração devem manter-se politicamente neutros, sob pena de punição administrativa. Esta afirmação frequentemente não corresponde à realidade dos fatos. Esporte e política caminham lado a lado em níveis profundos da sociedade, inclusive este código de ética da entidade controladora do futebol no mundo é um exemplo da relação política envolvendo o esporte. O objetivo do presente artigo é analisar a relação político-identitária do futebol na República Socialista Federal da Iugoslávia, em um primeiro momento utilizado como centralizador de uma identidade única entre os países membros, personificada por Josip Broz Tito e seu ideal de “unidade e irmandade” e posteriormente, em particular após a morte de Tito, como veículo de expressão, construção e representação de um sentimento/identidade nacional específico de cada república, germinando a conjuntura que levou a eclosão da Guerra Civil. Trataremos aqui em especial da Sérvia e da Croácia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Barboza Cotrim, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Bacharel em História pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

Referências

Tabelas e relação de jogos e competições disputadas pela seleção nacional de futebol masculino da Iugoslávia entre 1920 e 2009. Disponível em: <http://www.rsssf.com/tablesj/joeg-intres-intro.html >, acessado em 05/11/2020.

Acervo da Fifa. Disponível em < https://www.fifa.com/fifa-tournaments/archive/ > , acessado em 25/05/2020.

Imagens 1 e 5; imagens gravadas no confronto do Maksimir - <https://www.ultras-tifo.net/memories/3151-memories-dinamo-zagreb-crvena-zvezda-13051990.html>, acessado em 30/03/2020

Código de Ética da FIFA. Disponível em <https://resources.fifa.com/image/upload/es-fifa-code-of-ethics-2018-version-takes-effect-12-08-18.pdf?cloudid=cqlg58ne3iabhpaemzaf>,acessado em 26/05/2020.

Imagem 2, disponível em<https://www.xtratime.org/threads/the-best-football-teams-of-all-time.271140/> acessado em 27/03/2020.

Imagem 3, disponível em <https://www.zgportal.com/aktualno/najave/arhiva/2012/26-godina-bad-blue-boysa-i-nogometni-derbi-dinamo-hajduk/> , acessado em 20/04/2020.

Imagem 4, disponível em < https://www.designboom.com/art/belgrade-soccer-stadium-murals/>, acessado em 22/03/2020.

Imagem 6. Trivela. A Iugoslávia sub-20 que conquistou o mundo. 2017. Disponível em: <https://trivela.com.br/iugoslavia-sub-20-que-conquistou-o-mundo-encantou-todos-e-ainda-hoje-atica-imaginacao/>

Imagem 7. BBC News. Croatia Struggles With it’s past. 2004. Disponível em: <http://news.bbc.co.uk/sport2/hi/football/euro_2004/croatia/3702031.stm>

Imagem 8. Globo. Sérvia empata com a Croácia e torcedores queimam bandeira rival. 2013. Disponível em:<http://globoesporte.globo.com/futebol/copa-do-mundo/eliminatorias-europa/noticia/2013/09/servia-empata-com-croacia-e-torcedores-queimam-bandeira-rival.html>

Bibliografia

BRENTIN, Dario; ZEC, Dejan. From the Concept of the Communist “New Man” to Nationalist Hooliganism: Research Perspectives on Sports in Socialist Yugoslavia. The International Journal of the History of Sports, 34:9, 2017, p.713-729.

BLACKBURN, Robin (org.). Depois da queda: O fracasso do comunismo e o futuro do socia-lismo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992 – prefácio, p.9-17.

CARVALHO, José Eduardo de. 150 Anos de Futebol: Geopolítica. São Paulo: SESI-SP, 2012.

DORDEVIĆ, Ivan. The Role of Red Star Football Club in The Construction of Serbian National Identity. Tratitiones - Scientific Research Centre of the Slovenian Academy of Sciences and Arts, Vol.45, No.1, 2016, p.117-132.

DORDEVIĆ, Ivan. Twenty Years Later: The War Did(not) Start at Maksimir. An Anthropolo-gical Analysis of the Media Narratives about a Never Ended Football Game. Cultural Heritage and Identity Project: Ministery Of Education, Science and Tech Glasnik Etnografskog instituta SANU, 2012, Volume 60, Issue 2, p. 201-216.

FOER, Franklin. Como o futebol explica o mundo: um olhar inesperado sobre a globalização. Trad: Carlos Alberto Madeiros – Rio de Janeiro: Zahar, 2005.

HUIZINGA, Johan. HOMO LUDENS: O jogo como elemento da cultura. São Paulo: Perspecti-va, 2000, p.3-31;217-236.

HUNTINGTON, Samuel. O Choque de Civilizações e a Recomposição da Ordem Mundial. São Paulo: Objetiva,1997.

KAJTEZOVIĆ, Adnan. The Disintegration of Yugoslavia and Football, University of Northern Iowa, 2015.

MACDONALD, David Bruce. Tito’s Yugoslavia and after: Communism, post-Communism, and the war in Croatia. In: Balkan Holocaust? Serbian and Croatian Victim Centered Propaganda and the War in Yugoslavia. Manchester University Press, 2002, p.183-219.

MILLS, Richard. The Politics of Football in Yugoslavia. Londres: I.B. Tauris, 2018.

MURAD, Mauricio. A Violência e o futebol: dos estudos clássicos aos dias de hoje. Rio de Janei-ro: Editoria FGV, 2007, p.11-66.

NARCIZO, Makchwell Coimbra. Dos campos de futebol para os campos de batalha: uma análise da Guerra dos Bálcãs. Revista FuLia (UFMG), v.2 – maio-ago 2017, p.113-126.

REIS FILHO, Daniel Aarão. Uma revolução perdida: A história do socialismo soviético. Ed. Fundação Perseu Abramo. São Paulo, 2007.

TOLEDO, Luiz Henrique de. Torcidas Organizadas de futebol. Autores Associados/Anpocs. Campinas-SP, 1996.

VRCAN, Srdjan; LALIC, Drazen. From Ends to Trenches, and Back: Football in the Former Yu-goslavia. In: ARMSTRONG, Gary; GIULIANOTTI, Richard (org.). Football Cultures and Identi-ties. MACMILLAN PRESS LTD: London, 1999, p.177-185.

WOODWARD, Kathryn. Identidade e diferença: A perspectiva dos estudos culturais. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2014.

Downloads

Publicado

2021-07-13

Como Citar

Cotrim, E. B. (2021). Futebol e identidade na Guerra Civil Iugoslava. Epígrafe, 10(2), 60-88. https://doi.org/10.11606/issn.2318-8855.v10i2p60-88

Edição

Seção

Artigos