Raymond Williams: sobre o materialismo cultural no processo histórico.

Autores

  • Thaís Nery Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-8855.v11i1p427-444

Palavras-chave:

Raymond Williams, Estudos Culturais, Cultura, Materialismo, História Cultural.

Resumo

Raymond Williams (1921-1988) foi um dos pensadores mais originais e influentes de seu tempo, tendo contribuído de forma inestimável para a teoria cultural contemporânea. Intelectual engajado de convicções socialistas, Williams renovou profundamente o pensamento marxista sobre a cultura, por meio de estudos de sociologia e crítica cultural, produção literária e influência na cultura da mídia por uma análise profunda da vida em sociedade. Com base em seus estudos, o pensador britânico pode enfim pensar em uma definição de um dos conceitos mais complexos dentro das humanidades: a ideia de cultura, sobretudo na sociedade contemporânea Ocidental. O presente artigo tem como objetivo apresentar de forma simples, porém didática, a obra de Raymond William e sua reflexão sobre a teoria da cultura, materialismo cultural, o modo como ele se desenvolveu em importantes obras teóricas de diferentes momentos de sua trajetória intelectual a partir da interpretação do materialismo histórico e a importância da história cultural nesse processo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AZEVEDO, Fábio Palácio de. O conceito de cultura em Raymond Williams. Revista Interdisciplinar em Cultura e Sociedade (RICS) São Luís - Vol. 3 - Número Especial Jul./Dez. 2017.

BAUTE, Carla. O “materialismo cultural” de Raymond Williams a partir da história intelectual: caminhos e possibilidades. Leitura: Teoria & Prática, Campinas, São Paulo, v.37, n.77, p.33-46, 2019.

CEVASCO, Maria Elisa. Dez lições sobre estudos culturais. São Paulo: Boitempo, 2003.

CEVASCO, Maria Elisa. Para ler Raymond Williams. São Paulo: Paz e Terra, 2001.

EAGLETON, Terry. A ideia de cultura. São Paulo: editora UNESP, 2005

GLASER, André Luiz. Materialismo Cultural. Tese (Doutorado) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

HALL, Stuart. Da Diáspora: Identidades e Mediações Culturais. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2003.

MARIANO, André Luiz Sena. O materialismo cultural de Raymond Williams: aproximações às pesquisas sobre história do currículo e da profissão docente. Revista Eletrônica de Educação, v. 10, n. 2, p. 332-344, 2016.

MILNER, Andrew. Apud. SÁ, Antonio Fernando de Araújo. História e Estudos Culturais: O Materialismo Cultural de Raymond Williams. Ponta de Lança. Ano 4, n.8, p. 37-44. Abr 2011 - Out 2011.

SÁ, Antonio Fernando de Araújo. História e Estudos Culturais: O Materialismo Cultural de Raymond Williams. Ponta de Lança. Ano 4, n.8, p. 37-44. Abr 2011 - Out 2011.

TAVARES, Hugo Moura. Raymond Williams: o pensador da cultura. Revista Ágora, Vitória, n.8, 2008.

THOMPSON, Edward. P. A Formação da Classe Operária Inglesa. São Paulo: Paz e Terra, 1987.

WILLIAMS, Raymond. Cultura e Materialismo. São Paulo: Ed. Unesp, 2011.

WILLIAMS, Raymond. Cultura e Sociedade. São Paulo: Nacional, 1969.

WILLIAMS, Raymond. Marxism and Literature. Oxford: Oxford University Press, 1977.

Downloads

Publicado

2022-10-09

Como Citar

Nery, T. (2022). Raymond Williams: sobre o materialismo cultural no processo histórico. Epígrafe, 11(1), 427-444. https://doi.org/10.11606/issn.2318-8855.v11i1p427-444

Edição

Seção

Artigos