Sons, sonoridades e músicas nas casas e nos quintais paulistanos

Autores

  • Vitória Ramoska Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-8855.v11i1p445-469

Palavras-chave:

Modernização Paulistana, Sonoridades, Vida Doméstica

Resumo

O objetivo deste artigo é identificar e situar o que os sons e os ruídos relacionados à vida doméstica da população paulistana podem dizer sobre o processo de modernização da cidade entre os anos de 1890 a 1920. Através da busca por ocorrências sonoras em periódicos como O Estado de São Paulo e O Correio Paulistano, além da leitura das obras de memorialistas e cronistas da época que viveram e observaram o cotidiano e as mudanças que ocorriam no ambiente citadino, buscamos mapear algumas das principais atividades e práticas cotidianas da população o que, além de evidenciar um interessante panorama da paisagem sonora do período, nos possibilitou escutar algumas das principais dissonâncias do processo de modernização da cidade de São Paulo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMERICANO, Jorge. São Paulo Naquele Tempo (1895-1915). 2 ed. São Paulo: Carrenho Editorial, 2004.

ANDRADE, Oswald de. Um Homem sem profissão. 3a ed. São Paulo: Civilização Brasileira, 1974.

BOSI, Ecléa, Memória e Sociedade: Lembrança de velhos. 3 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

GALVÃO, Patrícia. Parque Industrial. 2a ed. São Paulo: Editora Cintra, 2013.

GATTAI, Zélia, Anarquistas, Graças à Deus. 1. ed., 2a reimpressão, São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

JUNIOR, Geraldo Sesso. Retalhos da Velha São Paulo. 4 ed., São Paulo: Editora Maltese, 1985

MACHADO, Alcântara. Brás, Bexiga e Barra Funda. 1 ed., São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 1983.

MARINS, Paulo César Garcez. Habitação e vizinhança: limites da privacidade no surgimento das metrópoles brasileiras. In: SEVCENKO, Nicolau. República: da belle époque à era do rádio. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

MARX, Geraldina. Os Humildes. São Paulo: Publisher Brasil, 1996.

MORAES, José Geraldo V. de. Sonoridades Paulistana: final do século XIX ao início do século XX. São Paulo. Editora Bienal, 1997.

MORAES, José Geraldo V. de. Cidade e cultura urbana na Primeira República. 4a ed. São Paulo. Editora Atual, 1998.

PENTEADO, Jacob. Memórias de um Postalista. São Paulo: Martins, 1963.

PENTEADO, Jacob. Belenzinho 1910. 1 ed., São Paulo: Livraria Martins Editora, 1962.

PORTA, Paula (org); História da cidade de São Paulo, vol. 3. São Paulo: Editora Paz e Terra, 2004.

PUGLIESE, Salvador. Recordar é viver. São Paulo, 2006.

RAGO, Margareth. A invenção do cotidiano na metrópole: sociabilidade e lazer em São Paulo. In: PORTA, Paula (org). História da cidade de São Paulo, vol. 3. São Paulo: Editora Paz e Terra, 2004.

SEVCENKO, Nicolau. O prelúdio republicano, astúcias da ordem e ilusões do progresso. In: SEVCENKO, Nicolau. República: Da belle époque à era do rádio. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

SCHMIDT, Afonso. São Paulo de Meus Amores. São Paulo: Clube do Livro, 1954.

SHAPOCHNIK, Nelson. Cartões postais, álbuns de família e ícones da intimidade. In: SEVCENKO, Nicolau. República: Da belle époque à era do rádio. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

WISSENBACH, Maria Cristina Cortez. Da escravidão à liberdade: dimensões de uma privacidade possível. In: SEVCENKO, Nicolau. República: Da belle époque à era do rádio. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

Downloads

Publicado

2022-10-09

Como Citar

Ramoska, V. (2022). Sons, sonoridades e músicas nas casas e nos quintais paulistanos . Epígrafe, 11(1), 445-469. https://doi.org/10.11606/issn.2318-8855.v11i1p445-469

Edição

Seção

Artigos